O convite do desfile de Primavera/Verão 2019 da francesa Chanel já dava pistas: na capa, um enorme guarda-sol com a icônica logo da grife e um adendo para os convidados não usarem salto alto. A gente sabe que Karl Lagerfeld não poupa esforços para surpreender em suas apresentações. Já transformou o Grand Palais, na capital parisiense, em uma bucólica floresta de outono, levou um iceberg para o meio da apresentação e mais recentemente simulou o lançamento de um foguete, enquanto as modelos cruzavam a marcante locação. Dessa vez, ele elevou o nível e fez da passarela uma deliciosa praia, com direito a ondas de verdade e areia branquinha. A surpresa foi geral, na plateia e nos looks da temporada.

Foto: The National

O clássico tweed da label virou base de minissaias e blusões de mangas soltas, numa mistura do mais puro prêt-à-porter francês com a despretensão que a moda vem anunciando nas últimas estações. O jeans, que embora seja peça ícone da indústria fashion, agora é fundamental na construção do très très chic contemporâneo. Provável que essa seja a coleção mais completa e comercial da Chanel, repleta de peças desejo, que devem esquentar o mood das próximas coleções, da mesma maneira que esquentou uma Paris fria e nublada, com esse poderoso desfile.

Foto: chanel.com
Foto: chanel.com
Foto: chanel.com
Foto: National Post

Confira o vídeo completo da apresentação

LEIA TAMBÉM: Márcia Travessoni dá detalhes de sua experiência gastronômica no 114 Faubourg, restaurante do Le Bristol Hotel, em Paris