Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3222 0801

Como prevenir melasma na gravidez? Veja guia de cuidados com a pele durante a gestação

11 maio 2023 | Beleza

Por Redação

A dermatologista Érika Belizário indica hábitos para manter a saúde da pele e dos cabelos neste período

Manter a pele hidratada, além de ter bons hábitos alimentares irão ajudar a manter um bom desenvolvimento da gestação e garantir a saúde da pele (Foto: Freepik)

O período da gravidez é marcado por mudanças físicas e psicológicas para quem está gestando uma nova vida. Nesta fase, alterações na pele – como o melasma – e nos cabelos são comuns, mas a adoção de alguns hábitos podem contribuir para a manutenção da saúde. Em vista disto, a equipe da Plataforma MT convidou a dermatologista Érika Belizário, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, para montar um guia de cuidados com a pele e com os cabelos durante e após a gravidez.

LEIA MAIS >> Modelo brasileira Ana Barbosa estrela nova campanha mundial da Chanel

Calvin Klein lança parceria com Jennie, do grupo de k-pop Blackpink

Quais são os principais cuidados que devem ser adotados com a pele durante a gestação?

Na gestação, a pele sofre diversas alterações devido às mudanças hormonais e metabólicas que ocorrem nesse período. Nesta fase, a pele tende a pigmentar com mais facilidade e pode se tornar mais sensível e suscetível a algumas condições, como estrias, varizes, melasma e acne. Dessa forma, é importante ter alguns cuidados básicos durante esse período: evitar exposição ao sol, usar bastante protetor solar, manter a pele hidratada, além de ter bons hábitos alimentares irão ajudar a manter um bom desenvolvimento da gestação e garantir a saúde da pele da gestante. Procurar um médico dermatologista ao descobrir a gravidez para adequar os produtos de skincare às novas necessidades da pele também é fundamental.

via GIPHY

Como prevenir o melasma nesta fase?

Sabemos que a causa do melasma é multifatorial – incluindo fatores genéticos – tornando-se difícil obter total controle sobre o seu surgimento. No entanto, é importante dar uma atenção especial à proteção solar no período da gestação. Protetores solares físicos*, também chamados minerais, são ótimas opções para as gestantes, pois além de serem mais seguros nesta fase, ajudam a proteger a pele também da luz visível. Protetores com cor que tenham boa cobertura e fator de proteção 50 ou mais devem ser preferidos.

Em relação ao tratamento, existem alguns produtos com poder clareador que podem ser usados nessa fase para auxiliar no controle das manchas. Além disso, uma alimentação regrada, rica em substâncias antioxidantes e sem excesso de açúcares, também contribui para evitar o surgimento dessas manchinhas.

*O protetor físico, também chamado de mineral ou inorgânico, é composto por minerais, como dióxido de titânio e óxido de zinco, que ficam sobre a pele sem absorção. Com a cobertura, os raios batem e são refletidos pelo filtro, auxiliando na prevenção do fotoenvelhecimento. É ideal para crianças, pessoas alérgicas e grávidas, já que sua formulação não se funde com a pele. Assim, diferente do químico que reage com os raios, o físico reflete os raios.

Quais cuidados as grávidas devem ter com a pele do rosto em períodos quentes do ano?

Uso de chapéus e guarda-sol podem ser ótimos aliados nos dias quentes e ensolarados. Além disso, não esquecer de reaplicar o protetor solar a cada três horas e ingerir bastante água é fundamental. O uso de hidratantes também é sempre bem vindo. Uma dica é utilizar a água termal, que ajuda a refrescar a pele e a mantê-la hidratada sem deixar aquele aspecto pegajoso.

via GIPHY

Estrias na gravidez. Como minimizar?

As estrias ocorrem devido ao estiramento da pele e consequente ruptura das fibras de colágeno. Sabemos que a genética e a idade da gestante podem influenciar no surgimento. No entanto, podemos controlar alguns fatores, como evitar o ganho de peso exagerado durante a gestação. O uso de cremes e óleos hidratantes, embora não haja evidência científica comprovada de prevenção contra as estrias na gestação, ajuda a manter a qualidade da pele. E caso elas venham a ocorrer, o tratamento pode ser iniciado logo após o nascimento do bebê, para se obter melhores resultados.

Quais alimentos ajudam a fortalecer a pele, principalmente, neste período?

Devemos dar prioridade a alimentos in natura, evitando ao máximo produtos industrializados e ricos em conservantes. Frutas, verduras, legumes, ovos e carnes magras irão ajudar a fortalecer a pele e manter a saúde do organismo de uma forma geral.

via GIPHY

Pode fazer limpeza de pele durante a gestação?

Sim, é possível, desde que seja feita por um profissional habilitado. Inclusive, ela pode ser uma ótima aliada para o controle da acne que pode ocorrer nesse período.

É necessário fazer algum tipo de preparação na pele da região dos seios para ajudar na hora da amamentação?

Há quem diga que atritar a região dos mamilos com a toalha pode tornar a pele mais resistente para amamentação, mas não é recomendado. A hidratação da região, sim, pode ser benéfica para manter a pele da região íntegra e saudável para amamentação.

Quais são os principais cuidados que devem ser adotados com os cabelos durante a gestação?

Durante a gestação os cabelos tendem a ficar mais cheios e volumosos devido a ação hormonal do estrógeno que prolonga a fase de crescimento dos fios. Por isso, muitas mulheres relatam que o cabelo fica mais bonito nesta fase. No entanto, procedimentos como alisamentos e tinturas não são seguros durante a gestação, devendo ser evitados. Uma opção segura pra cobrir os fios brancos são as chamadas tinturas temporárias (aqueles sprays que saem com uma lavagem), funcionando como uma “maquiagem” para os fios.

via GIPHY

É verdade que ocorre queda de cabelo após o período? Se positivo, como evitar?

A queda de cabelo costuma acontecer cerca de três meses após o parto. É o chamado eflúvio telógeno, e ocorre devido à mudança hormonal desta fase. Com a queda dos níveis de estrógeno após o parto, muitos fios passam da fase de crescimento para a fase de repouso e muitas mulheres presenciam uma queda acentuada de cabelo. Esta é autolimitada e pode durar cerca de 3-4 meses. Não há como evitá-la, já que faz parte de um processo natural pós-parto. No entanto, é fundamental manter os exames laboratoriais em dia, uma alimentação saudável rica em proteínas e passar por uma avaliação dermatológica para descartar outras causas de queda de cabelo.

Como escolher bem os cosméticos durante a gravidez?

Não há uma regra, já que a escolha do produto é muito individualizada e só o dermatologista vai poder dizer qual a melhor opção para cada caso. No entanto, algumas substâncias devem ser evitadas por todas as gestantes, como ácido salicílico, ácido retinóico, hidroquinona e produtos que contenham metais pesados na composição. Já produtos que contenham ácido hialurônico, ácido azelaico, niacinamida e ceramidas são seguros e podem ser indicados.

via GIPHY

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE