Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

BBB 22: como trabalham os administradores das redes dos participantes

19 jan 2022 | Entretenimento

Por Redação

As equipes que cuidam das redes sociais dos brothers fazem um trabalho fundamental

O cearense Vinicius é um fenômeno midiático (Foto: Reprodução)

O Big Brother Brasil já é um fenômeno desde sua primeira edição. Contudo, nos últimos anos, principalmente após a 18ª realização, onde a participante Gleici Damasceno, vencedora da edição, alcançou a marca de 1 milhão de seguidores enquanto ainda estava confinada na casa, as redes sociais ganharam destaque na dinâmica do jogo.

LEIA MAIS >> BBB 22: Cearense já tem mais de 3,1 milhões de seguidores no Instagram

Confira quem são os participantes do BBB 22

Em 2020, o fenômeno foi ainda maior, com a chegada das edições que dividiam os participantes em pipoca (anônimos) e camarote (celebridades). A utilização das redes sociais para gerar engajamento com o público, que já vinha tendo crescimento, bombou de vez com a estratégia feita pela cantora e atriz Manu Gavassi, que deixou conteúdos gravados previamente, com reações para todos os possíveis momentos que poderiam acontecer dentro do reality. 

Desde então, a equipe responsável por cuidar das redes sociais, desempenhando as funções de postar, repercutir, responder comentários, gerar engajamento e manter uma imagem positiva do confinado aqui fora, passou de um trabalho amador, para um investimento feito pelos brothers e sisters para colher frutos posteriores.

Nesta edição, especula-se que a influenciadora digital Jade Picon, integrante do grupo camarote, desembolsou cerca de R$ 45 mil para contratar boa parte dos publicitários e sociais medias que ficaram responsáveis por gerir as redes da ganhadora da edição anterior, Juliette Freire.

O investimento faz todo sentido, afinal, com o crescimento do número de seguidores em seus perfis pessoais, os participantes do reality podem ingressar na carreira de influenciadores digitais, e ganhar milhares de reais ao fazer propagandas para diversas marcas. Juliette, que conquistou números muito além dos esperados, por exemplo, já multiplicou o valor do prêmio do reality em no mínimo 10 vezes.

A cearense Kerline Cardoso, que foi a primeira eliminada em 2021, conseguiu, mesmo com pouco tempo de exposição, conquistar seu espaço no meio digital e não cair no esquecimento. Com seu 1,5 milhão de seguidores, a ex-BBB revelou em entrevista ao site Notícias da TV que, graças à visibilidade e aos contratos publicitários, já conseguiu levantar a quantia de 1 milhão de reais.

Outros participantes da última edição, que avançaram mais no jogo, como Gilberto Nogueira, cobram cerca de 150 mil reais por um combo de três stories divulgando alguma marca. Camilla de Lucas, que ficou na segunda colocação, cobra o cachê de R$ 80 mil pelo mesmo combo.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE