logo

Cinco motivos para assistir Fleabag, grande destaque do Emmy 2019

Por Lucas Magno
Cinco motivos para assistir Fleabag, grande destaque do Emmy 2019

O 71st Primetime Emmy Awards aconteceu neste domingo (22), em Los Angeles, e consagrou a série britânica Fleabag, com quatro prêmios, incluindo melhor comédia e melhor atriz em série de comédia.

Baseada no monólogo de Phoebe Waller-Bridge, a série estreou em 2016 e foi finalizada neste ano, com a segunda temporada. Fleabag acompanha a personagem-título em meio a relacionamentos, luto, conflitos familiares e a vida adulta.

Distribuida mundialmente pela Amazon Prime Video, Fleabag e a Phoebe estão conquistando cada vez mais espaço e os corações dos fãs de série. Por isso, a equipe do Site MT separou cinco motivos para você parar tudo que está fazendo e ligar o computador e começar a assistir.

Temas abordados

Um dos pontos altos da dramédia criada e estrelada pela Phoebe Waller-Bridge são os temas abordados e a forma como isso é feito. Utilizando o humor britânico no seu ápice, Fleabag apresenta a realidade da sua personagem-título de uma forma crua e real, ao mesmo tempo que completamente absurda e inesperada. Os conflitos da família, vida adulta, relacionamentos e, na primeira temporada, o luto e sentimento de culpa, são temas recorrentes. 

Além disso, a série aborda a sexualidade feminina sem frescuras, abertamente. Na série, as relações sexuais são abordadas pelo ponto de vista da mulher, algo que ainda é pouco explorado em outras produções. A mulher, que muitas vezes é utilizada como uma ferramenta para o homem, nesta série, temos uma virada de jogo, e a personagem principal explora seus problemas através do sexo.

Roteiro

Além dos temas abordados, algo que faz a diferença é o texto da série. Em uma montanha russa que te leva a gargalhadas e lágrimas, o roteiro brilhantemente escrito da série traz diálogos certeiros, com sacadas excelentes e um humor mergulhado no sarcasmo. A presença marcante da comédia inglês, com um tom meio sério, com um texto que alfineta e cria o humor.

Elenco

Foto: Getty / Steve Granitz

A série conseguiu reunir ótimos atores que se encaixaram perfeitamente em seus personagens. Um resultado disso foi ver vários nomes indicados em categorias do Emmy deste ano. Phoebe Waller-Bridge, Sian Clifford e Olivia Colman foram indicadas nas categorias principais, com a Phoebe levando de melhor atriz de comédia e desbancando a sempre favorita Julia Louis-Dreyfus, de Veep.

Além das Kristin Scott Thomas e Fiona Shaw, que concorrendo pelas suas participações na série, no Creative Arts Emmy Awards. Além disso, na segunda temporada, a série teve a excelente adição de Andrew Scott, conhecido pelo seu trabalho em Sherlock, com o seu hot priest.

Além do reconhecimento no Emmy, o elenco vem ganhando força em outros trabalhos. Como é o caso de Olivia Colman, que entre a primeira e segunda temporada conquistou um Oscar, pelo seu trabalho em A Favorita.

Quebra da quarta parede

Foto: Divulgação / Amazon Video

Outro elemento marcante na série é a quebra da quarta parede. Este não é um recurso inédito. Na verdade, é algo que vem sendo bastante explorado recentemente, em grandes produções como House of Cards e até em filmes de super-heróis, como Deadpool

Mas no caso de Fleabag, esse recurso é usado com grande maestria. A partir disso, conseguimos nos conectar profundamente com a personagem, que a todo momento dialoga com o público, seu melhor amigo, presente em todos os momentos. Tudo acontece de forma natural, o público se sente parte daquilo, confidente da personagem principal.

O toque especial são os olhares e caras de Phoebe, que transforma um simples olhar em uma profunda e hilária cena.

Phoebe Waller-Bridge

Foto: Divulgação/Amazon Video

Phoebe é um fenômeno. A série não seria possível sem ela. Não apenas pelo fato dela ter criado este universo, mas também pela sua brilhante atuação e roteiro.

Esta é a segunda série criada pela Phoebe. A primeira foi Crashing (disponível na Netflix), que possui apenas uma temporada, mas já mostra todo o potencial dela como roteirista, com suas sacadas e bom humor.

Depois do sucesso do Fleabag, Phoebe também trouxe ao mundo Killing Eve, um grande sucesso que também conquistou vários prêmios durante suas duas temporadas, além de conquistar o público e a crítica especializada.

Mais recentemente, ela foi convidada para reescrever o novo filme do James Bond, que deve estrear em 2020. Durante este novo trabalho, Phoebe foi chamada pela sua visão e ela já afirmou que buscará mudar a forma como a mulher é representada na saga do espião 007.

VEJA TAMBÉM: Confira os destaques do Emmy Awards 2019; veja os looks

Veja também