logo

Pular sete ondas, comer lentilha e usar branco: descubra o significado das superstições de ano novo

Por Bruno Brandão
Pular sete ondas, comer lentilha e usar branco: descubra o significado das superstições de ano novo

Nos últimos dias do ano é comum que a maioria das pessoas almejem boas energias para o novo ciclo. Próximo do ponteiro marcar meia-noite, é comum vermos pequenos rituais como comer uvas e guardar o caroço, pular sete ondas no mar e até mesmo segurar sementes de romã entre os dentes, tudo com o intuito de atrair boas energias e prosperidade.

Mas afinal, o que significa cada uma dessas tradições de Réveillon?

LEIA MAIS >> Réveillon em Jeri 2020: Bela Gil e Fiuk curtem noite de sábado no melhor estilo

Réveillon em Noronha 2020: Giovanna Lancellotti e Nathalia Dill fazem passeio de barco

Uva

Comer doze uvas, sendo uma para cada mês do ano, permite fazer um pedido para cada uva. Os caroços devem ser guardados na carteira durante todo ano. A fruta é sinônimo de prosperidade.

Muita gente aguarda o ponteiro virar para começar as tradições que prometem sorte

Sete ondas

De acordo com a tradição grega, o mar possui um poder espiritual capaz de renovar as energias. Além disso, segundo a tradição africana, pular sete ondas, que é um número espiritual, invoca Iemanjá, que dá forças para passar por cima das dificuldades durante todo o ano que entra.

Lentilhas

É a opção para quem deseja um ano farto e com muita comida. A tradição diz que uma colher de lentilha na ceia do Ano Novo já garante bons fluidos.

Romã

Símbolo da fertilidade e prosperidade, a fruta traz boas energias. A dica é cortá-la ao meio, escolher três sementes e segurar nos dentes à meia-noite. Logo após, secar os grãos, envolver em um papel branco e guardar durante todo o ano.

Castanhas

Além de uma opção saudável, consumir castanha durante a ceia representa força e ajuda a manter o foco nos objetivos.

Dinheiro

De acordo com os povos do Oriente, a energia do corpo entra pela região dos pés, portanto, para atrair dinheiro no ano que entra é preciso guardar uma nota no bolso e outra no sapato.

Roupa branca

A tradição mais presente nas comemorações do Réveillon surgiu das tribos africanas que usam a cor branca para simbolizar a paz e a purificação espiritual. Algumas pessoas costumam usar ao menos uma peça da cor.

Fotos: iStock

Veja também