logo

Seis filmes e documentários sobre o Carnaval brasileiro

Por Redação
Seis filmes e documentários sobre o Carnaval brasileiro
O documentário "O Próximo Samba" acompanha os preparativos para o Carnaval 2016 da "Estação Primeira de Mangueira" que homenageou a cantora Maria Bethânia (Foto: Divulgação)

Sem as tradicionais festas do feriado de Carnaval devido às medidas de segurança para conter a Covid-19 -, 2021 ficará marcado, também, como o ano sem o feriado no primeiro semestre, quando os blocos, escolas de samba, maracatus e brincantes invadem o Brasil com alegria, cor e muita música. Para os apaixonados pelo calendário cultural em dias de Carnaval, o Site MT listou seis filmes e documentários que contam a história dos diferentes Carnavais Brasil afora.

LEIA MAIS >> Ivete Sangalo, Olodum, Léo Santana: veja as lives especiais para o Carnaval 

Selvagens à Procura de Lei e Lucy Alves lançam parceria musical inédita 

Ó, Pai, Ó – O Filme

Clássico do cinema baiano por envolver um dos mais tradicionais grupos de teatro do Brasil, o Bando de Teatro Olodum, Ó, Pai, Ó – O Filme, disponível na Globoplay, retrata um grupo de apaixonados pelo carnaval em um animado cortiço do centro histórico do Pelourinho, em Salvador. Na agitação que antecede o carnaval, eles buscam um lugar na festa, seja trabalhando ou brincando. A farra incomoda a antipática síndica do prédio, Dona Joana, o que rende boas gargalhadas.

(Foto: Divulgação)

Axé – Canto do Povo de Um Lugar

Axé – Canto do Povo de Um Lugar, disponível na Netflix, traz os maiores nomes do Axé Music, ritmo musical originário da Bahia, considerado hoje um dos movimentos musicais mais globalizados do mundo. A produção reúne entrevistas e imagens de arquivo especiais com o objetivo de traçar um ponto inicial do nascimento do gênero, assim como do nascimentos dos tradicionais trios elétricos que movimentam o Carnaval de Salvador.  

Damas do Samba

Damas do Samba, disponível na Amazon Prime Video, apresenta um olhar de provocação sobre o papel da mulher no samba e tem como tônica a força feminina, que impulsiona e ajuda a fazer do samba o maior e mais representativo ritmo popular brasileiro. Seja como passista, madrinha, musa ou operário do carnaval, a mulher é protagonista, não somente pelo sua imagem, mas também pelo espírito empreendedor, criatividade e natureza inspiradora.

(Foto: Reprodução/Veja São Paulo)

Trinta

Trinta, uma cinebiografia do carnavalesco Joãosinho Trinta, interpretado por Matheus Nachtergaele, mostra a vinda do artista de São Luís, no Maranhão, até a glória no Carnaval do Rio de Janeiro. O início de carreira como bailarino, a ida para o Salgueiro, a estreia como carnavalesco e o reconhecimento como artista. O filme está disponível no Google Play.

(Foto: Reprodução/Omelete)

LEIA TAMBÉM >> Irmãs do duo Sis Jones falam sobre música, inspirações e projetos no MT Session

Salão de Abril é prorrogado e fica em cartaz até 26 de fevereiro

O Próximo Samba

O documentário, disponível na Amazon Prime Vídeo, traz os bastidores de uma das maiores escolas de samba, a Estação Primeira de Mangueira, ícone do samba mundial. Depois de 14 anos sem ganhar um campeonato, o documentário apresenta os primeiros passos até a grande vitória, tornando a Mangueira campeã em 2016. 

(Foto: Divulgação)

Estou Me Guardando Para Quando o Carnaval Chegar

O documentário da Netflix retrata o cotidiano da pequena cidade de Toritama, no Agreste pernambucano, considerada a capital nacional do jeans. A cada ano, mais de 20 milhões de jeans são produzidos em fábricas de fundo de quintal pelos moradores da cidade. Quando o Carnaval enfim chega, eles vendem os pertences e fogem para as praias. 

Veja também