Logo ao entrar na grande estrutura, de cerca de 27 mil m², montada no meio do aterro da Praia de Iracema, fica nítido o direcionamento do DFB Festival 2019: proporcionar a convergência criativa, cultural e artística de quem está inserido na programação do evento e de quem vai apenas prestigiar. Nas passarelas, moda para todos os gostos, que funciona como catalizadora dos costumes atuais, nos estandes, o talento irrepreensível do Nordeste, com suas ousadias estéticas, na trilha sonora, a mistura fina de ritmos, graças às atrações escolhidas para o Palco Sesc. Tudo a favor da união fashion.

O idealizador do evento, Cláudio Silveira e Socorro França, secretária de Proteção Social, Justiça, Mulheres e Direitos Humanos

HANDMADE

A primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, esteve presente no segundo dia de DFB Festival, representando o Governo do Estado e seu efetivo apoio em torno do artesanato local, através da Ceart. A Central de Artesanato do Ceará, inclusive, está com ambiente por lá, expondo os profissionais, dentro das 16 tipologias artesanais, de um setor que recebeu cerca de 16 milhões de reais de investimento entre 2015 e 2018.

VISITA

O beauty artist, fotógrafo e apresentador Fernando Torquatto não só lançou seu livro “Beleza Integrada”, no espaço da Livraria Senac, como também desfilou os looks que compõem a publicação. E causou grande movimentação nos corredores do evento. Na obra, o autor comprova que o profissional do mundo da beleza enfrenta desafios inerentes aos novos tempos.

Torquatto durante o lançamento do livro Beleza Integrada
Themis Briand, Fernando Torquatto e Lilian Pacce na fila A do desfile de David Lee

LEGADOS

Os desfiles do segundo dia de DFB Festival tiveram em comum a exaltação do que é feito dentro do Estado. A coleção “Cariri Visceral”, idealizada pelos alunos dos cursos de Costureiro, Modelista e Figurinista do Senac Crato, traduziu o passado, presente e futuro que projetam a Região do Cariri como espaço múltiplo e forjador da identidade cearense e nordestina, usando a linguagem da moda. Essa mesma identidade foi sentida na coleção “Under the Sun”, do designer David Lee, agora, mais cosmopolita do que nunca, após sua passagem por Londres. As peças surgem utilitárias e funcionais, com uma estética onde o tropical e o urbano se misturam na cidade ou no litoral, transmitindo as sensações de um dia ensolarado.

DNA FASHION

A convergência falada no início do texto foi fortemente sentida na escolha dos looks dos fashionistas que acompanham a programação do DFB Festival. Cada um da sua maneira, eles garantem bons cliques para os amantes do street style.

Fotos: Eri Nunes e Gessika Ricart