Entrar em um museu é o equivalente a ser transportado para uma viagem histórica, de nuances fantásticas, onde os sentidos são trabalhados em experiências sensoriais que ajudam a diversificar nosso repertório estético, de vocabulário e de conhecimento. Fortaleza tem se tornado um destino interessante nos últimos anos quando o assunto é arte. Basta fazer uma rápida retrospectiva e entender essa importância: tivemos a inauguração do Museu da Fotografia de Fortaleza, o segundo no Brasil voltado para o segmento. O Espaço Cultural Unifor também tem trazido exposições de relevância global, virando parada obrigatória para quem visita a capital, seja em busca de referências ou apenas por curiosidade. Inclusive, ambos foram agraciados com o título de Patrimônios Turísticos, pela Prefeitura de Fortaleza. Uma força artística que só cresce e, embora, a quantidade de museus e de galerias seja alta, e a visitação tenha aumentado de dois anos para cá, esse tipo de programa precisa ser valorizado, divulgado e democratizado

Pensando nisso, Site MT fez um guia especial, com destinos onde a cultura, a arte e a história se entrelaçam, proporcionando aos visitantes acréscimos permanentes no acervo que irá carregar pelo resto da vida. Tem desde exposições sobre a trajetória do Brasil através de quadros e esculturas até mostras onde o abstracionismo deixa margem para interpretações bem pessoais. Confira as dicas e marque na agenda.

ESPAÇO CULTURAL UNIFOR
Da Terra Brasilis à Aldeia Global” (Em cartaz até 24 de março de 2019)
Av. Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz

Em comemoração aos 45 anos da Universidade de Fortaleza, a Fundação Edson Queiroz realiza a exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global”, reunindo 250 obras dos principais artistas brasileiros e de estrangeiros que retrataram o Brasil, abrangendo arco temporal que se estende do século XVI ao século XXI, iniciando com o livro America Tertia Pars, publicado na Europa em 1592, e finalizando com obras contemporâneas.

Com a curadoria de Denise Mattar, a exposição reúne parte do acervo da Fundação Edson Queiroz e vai até março de 2019, no Espaço Cultural Unifor.

Serviço
Exposição “Da Terra Brasilis à Aldeia Global – Coleção Fundação Edson Queiroz”
De 20 de março de 2018 a 24 de março de 2019
Visitação de terça a sexta-feira, de 9h às 19h e aos sábados e domingos, de 10h às 18h
Local: Espaço Cultural Unifor (Av. Washington Soares, 1321, Edson Queiroz. Fortaleza, CE)
Contato: (85) 3477-3319
Acesso gratuito

—–

ESPAÇO CULTURAL UNIFOR
Santos-Dumont – Coleção Brasiliana Itaú” (Em cartaz até 13 de janeiro de 2019)
Av. Washington Soares, 1321 – Edson Queiroz

Nos livros escolares, ele é um herói nacional. Inventor do aparelho aéreo mais pesado que o ar, primeiro a alçar voo sem a necessidade de rampa para lançamento. Nas “fotos oficiais”, um homem sisudo, de colarinho alto e chapéu panamá amassado. Mas Alberto Santos-Dumont foi muito mais que isso. Um bon vivant risonho, que conviveu com nobres, artistas e grandes inventores. Um inventor determinado, que inovou em áreas além da aviação. Um homem melancólico e com destino trágico, profundamente desapontado com os usos bélicos de seu maior invento.

Estes e outros aspectos da personalidade de Alberto Santos-Dumont, praticamente esquecidos pela repercussão do aeroplano 14 Bis – cujo primeiro voo acaba de completar 110 anos – são exibidos ao público cearense na Mostra Santos-Dumont – Coleção Brasiliana Itaú. A exposição fica no Espaço Cultural Unifor, localizado no prédio da Reitoria da Universidade de Fortaleza.

Serviço
Mostra Santos-Dumont – Coleção Brasiliana Itaú Com exibição em tamanho natural da aeronave Demoiselle
Abertura: 2 de agosto de 2018, às 19h
Visitação: 3 de agosto de 2018 a 13 de janeiro de 2019
Aberto de terça a sexta-feira, de 9h às 19h e aos sábados e domingos, de 10h às 18h
Local: Espaço Cultural Unifor (Av. Washington Soares, 1321, Edson Queiroz. Fortaleza, CE)
Contato: (85) 3477-3319
Acesso gratuito

—–

MUSEU DA FOTOGRAFIA DE FORTALEZA
R. Frederico Borges, 545 – Varjota, Fortaleza

Desde a sua inauguração, em março de 2017, o Museu da Fotografia Fortaleza vem se consagrando como um importante patrimônio cultural e social da capital cearense. Durante esse tempo, o espaço comandado por Paula e Silvio Frota recebeu importantes exposições e coordenou projetos de peso, desde oficinas de fotografia, palestras com escritores e profissionais da área, a ações desenvolvidas junto a comunidades em situação de vulnerabilidade social. Projeto que reúne em um só lugar cerca de 300 imagens icônicas da fotografia nacional e internacional. O Museu da Fotografia de Fortaleza é o segundo sobre o tema no país e já abriu as portas com sua devida importância histórica e cultural.

Serviço
Local: Museu da Fotografia Fortaleza (Rua Frederico Borges, 545, Varjota)
Aberto de quarta-feira a domingo das 12h às 17h
Contato: (85) 3017-3661
Entrada grátis

—–

MUSEU DA FOTOGRAFIA DE FORTALEZA
Orixás” por Pierre Verger
R. Frederico Borges, 545 – Varjota, Fortaleza

Com curadoria de Alex Baradel, a mostra “Orixás” revela 65 fotos que te farão conhecer um pouco mais sobre a cultura negra africana com a brasileira através do olhar do fotógrafo francês Pierre Verger, que também foi responsável pelo livro de mesmo nome, considerado uma das obras mais completas e precisas sobre o assunto, utilizado por pesquisadores em todo o mundo.

Serviço “Orixás”
Data abertura: 12/01 (sábado)
Visita mediada: 10h
Palestra curador: 14h
Censura: Livre
Visitação: Gratuita, de quarta-feira a domingo, de 12h às 17h
Local: Museu da Fotografia Fortaleza
Endereço: Rua Frederico Borges, 545 – Varjota
Mais informações: (85) 3017-3661

—–

MUSEU DO CEARÁ
Rua São Paulo, 40-50 – Centro, Fortaleza

Fortaleza por si só já é um museu a céu aberto. A arquitetura de diversos casarões, prédios históricos e praias formam um conjunto belíssimo que atrai milhares de turistas de todo o mundo. E foi neste cenário que se encontra o Museu do Ceará, a primeira instituição museológica oficial do Estado, criada por decreto em 1932, mas aberto oficialmente ao público em janeiro de 1933. Está localizado em um imóvel de significativo valor histórico, denominado Palacete Senador Alencar, idealizado originalmente para ser a Assembleia Provincial do Ceará, na época do Brasil-Império. O Museu possui um acervo muito rico, resultado de compras, de doações particulares e de instituições públicas. Entre medalhas, moedas históricas, há quadros, móveis, peças arqueológicas, artefatos indígenas, bandeiras e armas. Há também peças de “arte popular” e uma coleção de cordéis publicados entre 1940 e 2000 (950 exemplares).

Serviço
Museu do Ceará
Local: Rua São Paulo, 40-50 – Centro, Fortaleza
Horário: Terça a sábado, das 9h às 17h
Contato: (85) 3101-2610
Gratuita

—–

MUSEU DA INDÚSTRIA
Rua Dr. João Moreira, 143 – Centro, Fortaleza

O Museu possui uma configuração contemporânea de espaço cultural, promovendo atividades de produção, divulgação e recepção de conteúdos ligados à história da indústria e seu futuro e economia criativa. Dialoga com seus visitantes ressaltando a importância dos processos industriais no dia a dia das pessoas e suas relações com o trabalho, a inovação tecnológica, a sustentabilidade, o design, a moda, a arquitetura e a história. Localizado no mais importante corredor histórico do Centro de Fortaleza, onde é possível visualizar o Passeio Público, o Forte Nossa Senhora de Assunção, a Santa Casa de Misericórdia, o Centro Cultural Dragão do Mar e a Catedral.

Serviço
Local: Museu da Indústria (Rua Dr. João Moreira, 143 – Centro, Fortaleza)
Horário: de terça-feira a sábado, das 9h às 17h; e aos domingos, das 9h às 13h
Contato: (85) 3201-3901
Gratuito

—–

CENTRO CULTURAL DRAGÃO DO MAR DE ARTE E CULTURA 
R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema, Fortaleza

O Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, ou simplesmente “Dragão”, é um dos pontos turísticos mais famosos de Fortaleza. O lugar tem salas de teatro e cinema, abre espaço para exposições e apresentações musicais, além de abrigar o planetário, o Museu de Arte Contemporânea, o Museu da Cultura Cearense, entre outros espaços culturais. Além da exposição fixa “Vaqueiros“, os múltiplos museus recebem mostras de artistas locais, nacionais e internacionais de grande importância para o cenário artístico. A visita é praticamente obrigatória. 

Serviço
Local: Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (R. Dragão do Mar, 81 – Praia de Iracema, Fortaleza)
Horário: de terça a sexta-feira, das 9h às 19h, com acesso até as 18h30; e aos sábados e domingos, das 14h às 21h, acesso até as 20h30
Contato: (85) 3488 8600 / (85) 3488 8608
Gratuito

—–

CAIXA CULTURAL FORTALEZA
J. Borges 80 Anos” (Em cartaz até 10 de março de 2019)
Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema, Fortaleza

A exposição que celebra os 80 anos do artista, traz uma coletânea de 40 xilogravuras, sendo 10 inéditas, com temas que retratam a trajetória de vida do artista J. Borges, considerado pelo dramaturgo Ariano Suassuna como o melhor gravador popular do Brasil. Os visitantes podem conferir obras que retratam diversas fases da história de J. Borges com os temas ‘No Tempo da Minha Infância’, ‘Na Minha Adolescência’, ‘Vendendo Bolas Dançando e Bebendo’, ‘Serviços do Campo’, ‘Cantando Cordel’, ‘Plantio de Algodão’, ‘A vida na Mata’, ‘Plantio e Corte de Cana’, ‘Forró Nordestino’, ‘Viagens a Trabalho e Negócios’.

Serviço J. Borges 80 Anos
Local: CAIXA Cultural Fortaleza
Endereço: Av. Pessoa Anta, 287 – Praia de Iracema
Período de visitação: 09 de janeiro a 10 de março de 2019
Horário: terça-feira a sábado, das 10h às 20h | domingo, das 12h às 19h
Classificação indicativa: Livre
Gratuito

—–

GALERIA MULTIARTE
R. Barbosa de Freitas, 1727 – Aldeota, Fortaleza

A Galeria Multiarte, de Max e Bia Perlingeiro, nasceu em novembro de 1987, oferecendo para Fortaleza exposições gratuitas de artistas como Antônio Bandeira, Antonio Dias, Di Cavalcanti, Cícero Dias, Iberê Camargo, Raimundo Cela, Rubens Gerchmann, Pedro Américo, Cândido Portinari, Jaildo Marinho, Luciano Figueiredo, Miquel Barceló e Tomie Ohtake, sempre acompanhadas de publicações e pesquisas bibliográficas, somando um acervo de mais de 1.000 imagens impressas ao longo de 30 anos, além de tecer rede com a cidade, firmando parcerias e elaborando exposições em instituições públicas e privadas, como Dragão do Mar, UNIFOR e MAUC-UFC.

Serviço
Local: Rua Barbosa de Freitas, 1727, Aldeota, Fortaleza
Horário: De segunda a sexta-feira das 10 às 19 horas
Fones: (85) 3261.7724 – (85) 3261.2667 – Fax: (85) 3261.1822
[email protected]

—–

GALERIA MARIANA FURLANI
Territórios Remotos“ por Ingrid Barreira
Rua Canuto de Aguiar, 1401 – Meireles, Fortaleza

“Territórios Remotos” traz imagens capturadas por Ingrid em expedições a Islândia, Arizona, Namíbia, Lençóis Maranhenses, Cristalino (Mato Grosso) e memórias de lugares do Ceará que despertaram sua percepção pela fotografia. A fotógrafa já esteve em 36 países colecionando experiências e imagens.

Serviço
Local: Rua Canuto de Aguiar, 1401 – Meireles, Fortaleza
Horário: 10h às 19h
Contato: (85) 3242-2024

#Cultura