Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Como não abandonar as metas de 2016? Marília Fiuza tem a resposta!

1 fev 2016 | Lifestyle

Por Lucas Magno

Não resta dúvida de que o ano está passando mais rápido do que o normal. Já estamos em fevereiro e as metas que devíamos cumprir nem sempre parecem ser tarefas simples.

Mas seus problemas acabaram! A coach (e nossa amiga) Marília Fiuza dividiu com o GALERIA um TOP 10 de conselhos pra ninguém deixar de lado a listinha de realizações do ano. E olha que coisa maravilhosa, tudo muito fácil de se aplicar no day by day. Agora é prestar atenção em todas as dicas de Marília e brilhar durante o resto dos meses que nos esperam. Olhando pra frente, sempre.

size_810_16_9_ideia-lampada

1. As metas devem ser colocadas em algum local em que seja fácil vê-las. Pregar em uma parede ou na tela do computador é uma ótima ideia. É interessante também que elas sejam organizadas em um único papel, pra facilitar a visualização.

2. Ah, mas elas precisam ser atraentes! Precisam ter alguma cor, alguma imagem e ter impacto, pra você se manter motivado a estar conectado com essas metas. Quanto mais lúdicas, melhor.

3. Eleger uma prioridade do mês ou da semana. As metas prioritárias sempre deverão estar relacionadas a uma meta padrão. Batizar a semana ou um mês com um tema é ótimo, pois gera foco.

4. Compartilhar as metas com pessoas de apoio. Eleja amigos ou familiares, pra essas pessoas lhe perguntarem como está o andamento delas. Verbalizar suas metas para outras pessoas gera compromisso.

5. O importante pra ser fiel é não traçar metas over, muito acima da capacidade ou da possibilidade. Isso pode desanimar a pessoa a dar continuidade ao cumprimento delas. Avalie bem se elas são realizáveis, pra não gerar desânimo.

coaching-(1)

6. Algo muito importante é sempre celebrar as metas conquistadas ou parcialmente realizadas. Pode ser uma comemoração até de uma meta que não foi 100% completada. Comemorar a evolução, não a completude. Isso é muito motivador.

7. O que é muito legal é você encaixar essas metas dentro de um calendário. Por exemplo, se a meta for uma viagem, tente encaixá-la em um mês no qual você acredite que ela vai acontecer, mesmo que você altere isso depois. O estabelecimento de prazos gera engajamento.

8. É importantíssimo aceitar as quedas. Durante todo o ano, sempre haverá momentos em que você vai fraquejar e desanimar. Aceite que elas fazem parte do processo. Isso é um ponto forte.

Coaching

9. Defina datas de checkpoints e de avaliação. Estabeleça frequências por mês, pra observar se essas metas estão no caminho certo. Às vezes, as metas também precisam de ajustes, então, esses checkpoints são ótimos pra fazê-los.

10. Mantenha-se em movimento. Pra uma bicicleta ter equilíbrio, ela precisa de movimento, nem que seja lento. A engrenagem precisa funcionar. Todos os dias, faça o que estiver conseguindo. Só não pode parar. Porque quando você para, é mais difícil retomar a energia pra se iniciar o processo novamente. Olhar pra frente e continuar!

#GALERIACOACHING

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE