Maquiador cearense narra experiência de desfilar em três escolas de samba do Rio

Por Redação
Maquiador cearense narra experiência de desfilar em três escolas de samba do Rio
Juarez Souza desfilou pela Mangueira, Unidos da Ponte e Unidos de Padre Miguel. (Fotos: Arquivo Pessoal).

O maquiador cearense Juarez Souza desfilou em três escolas de samba do Rio de Janeiro no Carnaval deste ano. Declarando-se um apaixonado pela tradicional festa da cultura popular desde a infância, ele se apresenta em agremiações há mais de uma década. Neste ano, saiu pela Mangueira e estreou na Unidos da Ponte e na Unidos de Padre Miguel.

Ao Site MT, Juarez Souza lembra da primeira vez que colocou os pés na Marquês de Sapucaí: foi em 2009, pela Grande Rio. A emoção tomou conta do maquiador que, desde então, nunca mais parou de desfilar nas escolas de samba do Rio de Janeiro. Teve passagens pela Mocidade, Império Serrano, Beija-Flor, Tuiuti e União da Ilha.

Ele conta que o gosto pelo Carnaval teve influência de alguns familiares. “É uma paixão que eu tenho desde criança. Minha avó é portelense, e minhas tias, mangueirenses. Acompanho, desde pequeno, essa paixão delas pelo Carnaval e pelos desfiles das escolas de samba”, lembra Juarez Souza.

Juarez Souza estreou na Unidos da Ponte neste ano, como muso, representando um deus egípcio da eternidade. Guilherme Alves foi o autor do figurino. (Vídeo: Arquivo Pessoal).

Neste ano, o cearense saiu novamente pela Mangueira, vestido de fariseu. Estreou na Unidos da Ponte, como muso, representando um deus egípcio da eternidade; e na Unidos de Padre Miguel, como destaque principal do carro alegórico que narrava os festejos baianos. Guilherme Alves e Pedro Castelhano foram os responsáveis pela confecção dos figurinos. “Espero nunca parar. Vou até quando as minhas pernas não puderem aguentar, como diria o samba”.

Veja também