Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Maquiador cearense narra experiência de desfilar em três escolas de samba do Rio

26 fev 2020 | lifestyle

Por Redação

O maquiador cearense Juarez Souza desfilou em três escolas de samba do Rio de Janeiro no Carnaval deste ano. Declarando-se um apaixonado pela tradicional festa da cultura popular desde a infância, ele se apresenta em agremiações há mais de uma década. Neste ano, saiu pela Mangueira e estreou na Unidos da Ponte e na Unidos de Padre Miguel.

Ao Site MT, Juarez Souza lembra da primeira vez que colocou os pés na Marquês de Sapucaí: foi em 2009, pela Grande Rio. A emoção tomou conta do maquiador que, desde então, nunca mais parou de desfilar nas escolas de samba do Rio de Janeiro. Teve passagens pela Mocidade, Império Serrano, Beija-Flor, Tuiuti e União da Ilha.

Ele conta que o gosto pelo Carnaval teve influência de alguns familiares. “É uma paixão que eu tenho desde criança. Minha avó é portelense, e minhas tias, mangueirenses. Acompanho, desde pequeno, essa paixão delas pelo Carnaval e pelos desfiles das escolas de samba”, lembra Juarez Souza.

Juarez Souza estreou na Unidos da Ponte neste ano, como muso, representando um deus egípcio da eternidade. Guilherme Alves foi o autor do figurino. (Vídeo: Arquivo Pessoal).

Neste ano, o cearense saiu novamente pela Mangueira, vestido de fariseu. Estreou na Unidos da Ponte, como muso, representando um deus egípcio da eternidade; e na Unidos de Padre Miguel, como destaque principal do carro alegórico que narrava os festejos baianos. Guilherme Alves e Pedro Castelhano foram os responsáveis pela confecção dos figurinos. “Espero nunca parar. Vou até quando as minhas pernas não puderem aguentar, como diria o samba”.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE