O cheirinho da comida nordestina é inconfundível. Lembra casa de ‘vó’ e aconchego para os nativos dessa terra rica e encanta os visitantes da região. No Dia do Nordestino, celebrado nesta terça-feira (8), listamos cinco restaurantes em Fortaleza que oferecem um cardápio regional cheio de amor e afeto, além dos pratos que enchem os olhos e dão água na boca. 

Casa Patuá

Localizada na Praia de Iracema, a Casa Patuá tem como foco a comida afetiva e busca apresentar pratos com ingredientes da culinária cearense. Segundo Déborah Martins, uma das proprietárias e chef de cozinha do local, seu contato com a gastronomia regional começou desde cedo.

“A minha vivência com a comida veio diretamente pelo convívio com minha avó que sempre fazia os almoços e jantas da família. Eu cresci com ela sentindo todos os cheiros da cozinha, da pimenta de cheiro, da cebola e do bolo de chocolate quentinho”.

A Casa é resultado da parceria de Déborah e Rebeka Feitosa que escolheram o nome “Patuá” por significar amuleto da sorte. “Queremos que esse local agregue a família e seja um refúgio em meio à correria dos dias”. O restaurante tem uma equipe composta somente de mulheres

No menu, arroz de camarão feito na água de coco (foto) acompanhado de farofa de castanha busca trazer o frescor dos mares. Moqueca de banana da terra, bolinha de carne de sol com queijo e sorvete de tapioca são outras opções imperdíveis.

Onde: Casa Patuá (Rua João Cordeiro, 625 – Praia de Iracema)
Funcionamento: quinta e sexta, das 18h à 0h; sábado, das 12h às 16h, e de 19h à 0h; domingo, de 12h às 17h.

Culinária da Van

Foto: Reprodução/Instagram

A sorridente Van, como é conhecida Vândila Régia por amigos e clientes, também inspirou-se na família e tradição para montar os pratos do Culinária da Van, localizado no bairro Benfica.

“O restaurante procura servir uma comidinha cearense danada de boa, e com a cara da felicidade! Tudo isso vem acompanhado de uma programação cultural harmonizada com o cardápio, e também com eventos, que valorizam os artistas locais, a música e a poesia cearense”.

Os pratos que destacam-se no cardápio são o caldinho de caranguejo, o camarão crocante, e o carro-chefe “Pagode Russo“, criado em homenagem a Luiz Gonzaga. A receita leva carne de sol regada com molho de nata fresca, acompanhada de um baião de dois ‘maçaricado’, farofa, e macaxeira salteada na manteiga da terra.

Onde: Culinária da Van (Rua Waldery Uchôa, 230 – Benfica)
Funcionamento: quartas e quinta, das 17h às 0h, sexta e sábado, das 12h às 0h, e domingo, das 11h às 18h.

O Mar Menino

Localizado na Aldeota, O Mar Menino aposta no requinte da alta gastronomia com a descontração de um espaço moderno e culinária arrojada em Fortaleza para conquistar o público. O chef Leonardo Gonçalves, que lidera o restaurante, costuma brincar que as receitas servidas seguem os preceitos de uma “DOC” – denominação de origem cearense.

No cardápio, camarão alho e óleo com flor de nirá e o vinagrete de polvo, maçã verde e pó de azeitonas pretas. O Risoto Terra-Mar, com carne de porco, camarão, polvo e maçã verde também é um ótimo pedido. Para beber, o menu traz cachaças e vodkas especiais, como a feita com uva, morango e manjericão.

Onde: O Mar Menino (Av. Barão de Studart, 1043 – Aldeota)
Funcionamento: terça a sexta, das 12h às 14h30 e das 19h às 23h, sábado, das 12h às 15h e 19 às 23h, e domingo, das 12h às 16h.

Ponto da Muqueca

Foto: Deivyson Fernandes

Com simplicidade e amor, Dona Solange e Seu Gelson, como são conhecidos pelos clientes, administram o Ponto da Muqueca há 15 anos, no bairro Vicente Pinzon. Arroz, farofa e limão formam a combinação perfeita para acompanhar a famosa ‘Muqueca’ de Arraia.

Outras opções do cardápio também fazem sucesso como carne de sol, camarão e feijoada. Além disso, os visitantes podem desfrutar de uma vista diferenciada da cidade, ver Fortaleza “do alto” conquista.

Onde: Ponto da Muqueca (Rua Pescador Chico Bindá, 233 – Vicente Pinzon)
Funcionamento: terça à sexta, das 10h às 14h e 18h às 23h, sábado, das 8h às 23h, e domingo, das 8h às 17h

Maria Chica

Foto: Divulgação

O Maria Chica serve opções variadas com a cara do Nordeste: galinha caipira, carne de sol, panelada, sarapatel, sarrabulho, buchada, arroz de leite, purê de jerimum, carneiro guisado, feijão verde, peixe a delícia, vaca atolada, além de doces e sobremesas regionais.

O ambiente é inspirado no sertão desde a decoração do espaço ao figurino da equipe e mesas rústicas.

Onde: Maria Chica (Rua Thomas Edson, 239 A – Parangaba)
Funcionamento: segunda a sábado, das 11h30 às 15h, e domingo, das 11h30 às 16h.