Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Veja os destaques da Semana de Moda de Paris 2022

8 mar 2022 | Moda

Por Redação

Entre celebridades e nomes já consagrados da moda, a edição de Outono-Inverno 2022/2023 movimentou a capital francesa entre 28 de fevereiro e 8 de março

Desfile da Balmain na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

Não há dúvidas que a Semana de Moda de Paris segue apresentando o crème de la crème do mundo fashionista e dita as principais tendências da temporada. Entre celebridades e nomes já consagrados da moda, a edição de Outono-Inverno 2022/2023 movimentou a capital francesa entre 28 de fevereiro e 8 de março. Pela primeira vez desde o início da pandemia, o evento teve programação predominantemente presencial. Dior, Balenciaga, Saint Laurent, Valentino e Stella McCartney foram algumas marcas icônicas que marcaram a semana. Veja os destaques:

LEIA MAIS >> Kim Kardashian usa look de fita adesiva e chama atenção em desfile da Balenciaga

Rihanna rouba a cena com looks de maternidade nas semanas de moda de Paris e Milão

Off-White

A Off-White trouxe um desfile em homenagem a Virgil Abloh, criador da marca que faleceu no ano passado. A apresentação, que trouxe uma coleção inteiramente assinada por ele, foi dividida em dois momentos: o primeiro, misturou elementos clássicos da alta costura, com um ar de streetwear. No segundo momento, Virgil trouxe algo mais “High Fashion” de forma desconstruída misturando com elementos da vida real.

Primeira fase do desfile (Foto: Reprodução/Instagram)
Segunda fase do desfile (Foto: Reprodução/Instagram)

Botter

Lisi Herrebrugh e Rushemy Botter, os designers da Botter, investiram na moda sustentável na coleção nomeada Caribbean Couture, envolvendo elementos que muitos consideram descartáveis. Por exemplo, alguns adereços dos looks foram feitos de plástico reciclados do oceano. Já uma das jaquetas desfiladas foi costurada com um par de calças e uma camisa listrada — pelo processo de upcycling. Além disso, as roupas fizeram uma alusão aos corais no fundo do mar por meio das cores e do brilho.

Desfile da Botter (Foto: Reprodução/Instagram)

Dior

A designer Maria Grazia Chiuri decidiu unir os temas beleza e sobrevivência no desfile da Dior na Semana de Moda de Paris. Os modelos surgiram com uma variedade de equipamentos de proteção — de ombreiras a espartilhos com airbags e tops que pareciam coletes à prova de balas. Mesmo com o conceito da coleção definido antes dos conflitos na Ucrânia, era difícil não pensar nas notícias recentes da Europa Oriental. “O mundo já estava em guerra”, disse Chiuri, diretora artística feminina da Dior, antes do desfile.

Desfile da Dior na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

A estilista italiana de 58 anos disse que as últimas criações visam encontrar soluções técnicas que possam ser mais funcionais para os corpos femininos. Para o desfile, a marca trabalhou com a D-Air Lab, empresa italiana que fabrica equipamentos de segurança com airbags projetados para trabalhadores que consertam turbinas eólicas e roupas de proteção para a exploração do Ártico — vinculada à marca Dainese, famosa em trajes de motociclista dos anos 70.

Desfile da Dior na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

Os convidados da primeira fila da Dior incluíam celebridades como a embaixadora da marca escolhida a dedo pelo Blackpink, Jisoo, e Rihanna — que recentemente redefiniu o que é considerado “roupa de maternidade”.

Saint Laurent

Ao contrário da coleção anterior, para o Inverno 22/23 da Saint Laurent, Anthony Vaccarello apresentou uma coleção mais contida, mais calma e poética, mas não menos chique.

Desfile Saint Laurent na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

Logo de cara já entendemos a nova proposta de silhueta, uma tensão dramática entre ombros marcados e uma linha fina e alongada, com saias e vestidos justos que chegam até o chão. Até mesmo o clássico Le Smoking e jaquetas perfecto descem e se combinam com saias de tecido leves e transparantes. Peles fake substituem, com o mesmo glamour, as peles verdadeiras que a marca abandonou nas coleções.

Desfile Saint Laurent na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

Uma pilha de pulseiras fundidas em prata, ouro e bronze nos braços dos modelos são elementos do maximalismo, numa coleção mais silenciosa do que estamos acostumados a ver nas passarelas da marca.

Desfile Saint Laurent na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

LEIA MAIS >> Brasileiros dominam desfile da Balmain na Paris Fashion Week; veja cliques

Balmain

As roupas que lembram armaduras são o grande destaque da Balmain na Paris Fashion Week, com placas de metal, ombros e cinturas estruturadas e uma silhueta familiar da brand. As peças com inspiração militar e silhuetas estruturadas foram alguns dos designs mais icônicos de Olivier Rousteing à frente da Balmain, com o chamado Balmain Army (literalmente, tropa da Balmain). Portanto, isso não é uma novidade para a marca, mas nessa coleção adquirem novos contornos. Vimos looks brancos, prateados e dourados e corsets estruturados, como coletes à prova de balas para uma batalha espacial, com claras inspirações futuristas.

Desfile da Balmain na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

A Balmain também entra no território do esportivo, fugindo dos brilhos e da sensualidade para criar looks inspirados em trajes de corrida e motocross, criados em preto e branco e couro. Ao final, Olivier também apresenta looks mais delicados e fluidos, inclusive usando e abusando da tendência do Trompe L’oeil, as estampas de ilusão de ótica, que estão voltando com tudo.

Looks Balmain para a Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

Chloé

Há muito tempo advogando pela sustentabilidade, Gabriela Hearst reflete sobre a crise climática e busca soluções em sua nova coleção para a Chloe. Ela tem um trabalho cauteloso de procura de novos materiais e do uso de resíduos, com suéteres e saias reciclados. Por outro lado, surpreende no uso de couro, que segundo ela, é um subproduto e enquanto for possível traçar a origem, também pode-se haver um uso sustentável. Nas estampas, cores da natureza e imagens das calotas polares derretendo fecham a reflexão na passarela.

Chloe na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)
Chloe na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Twitter)

Isabel Marant

Isabel Marant sempre teve uma vibe ultra-glam, brincalhona e cercada de brilhos. Mas ao contrário da última coleção, mais lúdica e solar, agora, ela está mais cool, descolada e vestida para a noite. Mesmo com glamour exacerbado e feminilidade, Marant não deixou de lado a criação de peças oversized, calças cargo com modelagem ampla. As botas over-the-knee retas e largas às pernas adornam quase todos os looks, sobre calças, abaixo de saias e vestidos e sob longos casacos.

Isabel Marant na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)
Isabel Marant na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

Hermès

Sexy esportivo na Hermès? Nadège Vanhee-Cybulski escolheu essa pegada para o Inverno 22/23 — juntando-se a uma geração crescente de mulheres designers nos Estados Unidos, Europa e China que estão apostando na exposição da pele. “Eu queria ter uma expressão precisa do que ocorre hoje”, disse ela em entrevista à Vogue. “É realmente sobre como você traduz classicismo, sofisticação e o chique na ideia de uma mulher que realmente assume sua feminilidade. O fato de que o sexo é bom e que não é algo para se envergonhar”, completou.

Hermès na Semana de Moda de Paris (Foto: Reprodução/Instagram)

A grife focou em tons neutros e suaves, com uma pegada leve e natural nas composições com toque clean. Comprimentos curtos, transparências, couro, babados discretos e listras são os principais pontos altos da coleção. Tecidos mais leves, como o chiffon, aparecem nas criações da Hermès. Saias drapeadas e blusas justas chamaram a atenção, unindo modernidade e tradição.

Hermès na Semana de Moda de Paris (Foto: Reprodução/Instagram)

Valentino

A grife italiana Valentino abriu mão do clássico vermelho da brand e surpreendeu a todos com um magnífico desfile em apenas duas cores: rosa e preto, se tornando um dos destaques da Paris Fashion Week, no último domingo (6). A coleção Pink PP trouxe, ao todo, 81 looks monocromáticos, sendo 41 deles cor de rosa, com silhuetas marcadas, plumas, bordados e saltos altíssimos.

Valentino apresenta desfile predominantemente cor de rosa na Semana de Moda de Paris (Foto: Reprodução/Instagram)

LEIA MAIS >> Valentino troca o vermelho clássico por deslumbrante coleção rosa pink em Paris

Balenciaga

Com todos os olhos voltados para a Balenciaga, um dos lançamentos de coleção mais esperados da Paris Fashion Week, o diretor criativo da marca, Demna Gvasalia, usou o espaço como plataforma para homenagear os ucranianos em um desfile dramático que evocou um profundo sentimento de desconforto com o futuro.

Balenciaga na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

Nascido nos anos 80 na Geórgia, país que fez parte da União Soviética, Demna precisou se refugiar na Alemanha, em 1993, quando aconteceu a Guerra na Abecásia. Tocado pelos conflitos entre Rússia e Ucrânia, o estilista expressou a opinião sobre o assunto e revelou feridas antigas. Na plateia, camisetas com as cores da bandeira da Ucrânia foram colocadas em cada um dos assentos, acompanhadas por uma carta escrita pelo próprio designer.

“A guerra na Ucrânia desencadeou a dor de um trauma passado que carrego em mim desde 1993, quando a mesma coisa aconteceu com meu país natal e me tornei um refugiado para sempre”, escreveu ele, em nota entregue aos convidados da gravadora. Desfile outono-inverno 2022, realizado domingo nos arredores de Paris.

Stella McCartney

O artista americano Frank Stella disse uma vez que “poderia contar uma história com formas”. A Semana de Moda de Paris também fez isso com o desfile de Stella McCartney, cujas roupas tiveram silhuetas descoladas em vez de bordados ou babados. Stella by Stella, apresentada no terraço do Centro Pompidou, além de uma coleção é uma celebração do artista.

Na passarela, vestidos com pregas e drapeados em veludo rosa pálido e cintos duplos de cetim com bainha romântica eram tão perfeitamente cortados quanto os blazers oversized exclusivos.

Stella McCartney na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

LEIA MAIS >> Kim Kardashian usa look de fita adesiva e chama atenção em desfile da Balenciaga

Anitta participa da Semana de Moda de Paris pela primeira vez

Louis Vuitton

Enquanto os desfiles anteriores se concentravam em uma época específica, Nicolas Ghesquière se voltou para um certo período de desenvolvimento pelo qual todos passam: a adolescência. “Há muita coisa acontecendo com as crianças hoje, mas nos jovens, [Ghesquière] vê idealismo inspirador, esperança para o futuro e para um mundo melhor’”, afirmou a casa de moda em um comunicado à imprensa. 

Silhuetas grandes dominaram a passarela com vestidos em camadas sobre suéteres grossos. Ghesquière também apresentou a própria visão da alfaiataria andrógina, como visto nas roupas volumosas combinadas com camisas de colarinho e gravatas. 

Louis Vuitton na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

Miu Miu

A marca Miu Miu teve a palavra final nesta temporada. Além da Balenciaga, nenhuma marca foi tão impactante quanto a Miu Miu na silhueta que encontramos nas passarelas diárias nas últimas quatro semanas: um blazer ou casaco oversized usado sobre elementos de lingerie e uma mini saia. Nesta temporada, Miuccia Prada reiterou essa influência.

Miu Miu na Paris Fashion Week (Foto: Reprodução/Instagram)

A garota Miu Miu durante o inverno é menos uma viciada em trabalho e mais uma louca por esportes. Depois de interromper os códigos de vestimenta arcaicos do escritório na última temporada, ela voltou a atenção para a quadra de tênis, focando em saias super curtas e tops com painéis de renda transparentes. Assista ao desfile:

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE