Embora as grandes casas de Alta Costura tenham sua moda estabelecida, os tempos modernos – onde a rapidez da tecnologia influencia, não só esteticamente, como também na maneira que o mercado fashion se movimenta – exigem reciclagens necessárias, até mesmo para o segmento de luxo. Ao contrário da crença que a moda sob medida só esteja vinculada aos livros de história, ela se tornou extremamente popular nos últimos anos. E essa temporada recém-apresentada em Paris foi um bom reflexo desse momento, com marcas voltando ao line up e outras focando seu negócio apenas no Haute Couture.

A Primavera-Verão 2019 foi um deslumbre de beleza, técnica apurada e novas direções para a criação em escala artesanal. Listamos agora o crème de la crème das peças mais incríveis dessa estação de alta categoria. Qual seu desfile favorito?

Balmain

A grife esteve fora das passarelas de Alta Moda durante 16 anos. A volta não deixou a desejar em nenhum aspecto, com Olivier Rousteing assinando looks poderosos, acentuando o DNA característico da marca. O resultado está no top dos desfiles mais bonitos. 

Viktor & Rolf

A apresentação da dupla Viktor & Rolf foi a síntese da união do Haute Couture com as propostas modernas. Vestidos bufantes com frases saídas diretamente da internet causaram um burburinho na platéia, que amou, aplaudiu e entendeu a proposta ousada. Os memes já estão circulando por ai… 

Iris Van Herpen

Toda a técnica da designer holandesa Iris Van Herper surpreende, emocionando com a fluidez desconstruída de vestidos com modelagem complexa, que aguçam a curiosidade. É como se Irish tivesse seu próprio estilo de Alta Costura, e isso é incrível

Chanel

Lagerfeld é Lagerfeld e o fator “wow” sempre faz parte dos seus grandes desfiles. Dessa vez, transformou o Grand Palais em uma vila italiana e usou o pintor Jean-Antoine Watteau como referência, que, inclusive, também inspirou Mademoiselle Coco em diversas criações. Bem século XVIII e longe de qualquer possibilidade de street-style.

Armani Prive

Giorgio Armani entrou no final do seu desfile de Primavera-Verão 2019 com semblante de dever cumprido. Pudera, o estilista de 84 anos mostra, de forma intensa, que não parou no tempo e está constantemente em busca de inovações, estéticas e tecnológicas.

Valentino

Luxo e riqueza. O desfile da Valentino causou impacto desde a platéia, com os astros de “Bohemian Rhapsody” na primeira fila. Os vestidos bufantes, os bordados de cair o queixo, Naomi Campbell com os seios a mostra e a beauty pronta para causar fizeram deste um dos shows mais marcantes da temporada.

Christian Dior

A emblemática foto “Dovima e os elefantes”, clicada num circo por Richard Avedon em 1955 para Christian Dior, foi o ponto de partida da estilista Maria Grazia Chiuri para visitar o universo circense na alta-costura. Enquanto a companhia de circo Mimbre – formada só por mulheres – fazia uma performance, as modelos faziam uma ode à androginia.

Givenchy

Depois de na estação passada ter homenageado Hubert Givenchy, a atual diretora criativa, Clare Waight Keller, quis que esta coleção fosse o mais moderna possível. O látex, as plumas e a renda foram alguns dos materiais que adornaram os coordenados para a estação quente de 2019. 

Zuhair Murad

Direto do fundo do mar, o estilista libanês Zuhair Murad continua sua trajetória implacável de vestidos prontos para os tapetes vermelhos mais famosos do mundo. Certeza veremos alguns desses looks no Grammy e no Oscar. Bonitos, luxuosos e muito bem feitos. 

#AltaModa

LEIA TAMBÉM: Natasha Pinheiro é a nova estrela F*Hits e está em Paris curtindo a fashion week; confira os looks