Confirmada no time de palestrantes do MaxiModa 2019, a empresária Ana Couto comemora a estreia de sua agência homônima no ranking anual de Agências & Anunciantes das 50 maiores compradoras de mídia do País. A notícia, divulgada no jornal Meio & Mensagem, revela que a empresa ocupa a 35ª posição na lista, com investimentos de R$ 184,9 milhões, e é a única que não nasceu no meio da publicidade.

Ver essa foto no Instagram

Estamos na capa do Meio e Mensagem de hoje, falando sobre a evolução do nosso modelo de agência, o que é resultado de uma visão clara e compartilhada, time engajado e clientes incríveis que constroem tudo isso com a gente. E vamos rumo aos próximos 25 anos, com ainda mais evolução. Leia a matéria completa no link da bio. #amarcaéfazefala

Uma publicação compartilhada por Ana Couto (@anacouto.ag) em

Fundada em 1993, a agência Ana Couto mudou recentemente o seu posicionamento enquanto marca. Há aproximadamente três anos, foi retirada a palavra “Branding” do nome da empresa. Também houve uma ampliação de suas entregas.

Conforme explica Ana Couto à reportagem do Meio & Mensagem, o que motivou as mudanças foi a falta de conexão entre a agência do cliente e a estratégia de branding. Para ela, não adianta ter uma proposta de marca bacana se o seu serviço é frustrante, possui uma jornada ruim e uma comunicação que vende algo que não está alinhado às ações de marca e serviço.

A expansão de entrega da empresa iniciou com o investimento em expertise de publicidade, com a chegada de Fernanda Galluzi, atualmente sócia-diretora executiva. Com uma experiência de mais 25 anos no mercado, acumula trabalhos para renomadas agências brasileiras, como McCann-Erickson, J. Walter Thompson e Ogilvy.

Fugindo do modelo tradicional

Hoje, a Ana Couto conta com mais de 100 colaboradores, sendo 45 da área da publicidade. Dessa forma, a empresa possui a capacidade de entrega de uma agência, mas sem seguir o modelo tradicional de trabalho das agências tradicionais. De acordo com Ana, há equipes híbridas, as chamadas “time cliente”, com profissionais focados na construção de branding. Assim, cada cliente ganha um time alocado e multidisciplinar.

Outro fator que diferencia a Ana Couto no mercado é o investimento dentro dos clientes. Segundo conta Fernanda na reportagem, o trabalho de comunicação nunca acaba, e não adianta criar um projeto de personalidade de marca se não houver constantes pontos de contato. O objetivo da agência, aponta, não é ser reconhecida como a maior agência do mercado, mas a implantação de um modelo diferente de trabalho. É preciso construir valor na comunicação sim, mas alinhada e integrada à marca e ao negócio.

MaxiModa 2019

Dia 9 de agosto, Ana Couto desembarca na capital cearense para participar da 12ª edição do MaxiModa, que será realizado no Teatro RioMar Fortaleza. Na ocasião, Ana abordará o tema “Como as marcas se comportam no mundo digital”. Adquira já o seu ingresso para o evento clicando AQUI.

Fotos: Reprodução/Instagram