logo
PUBLIEDITORIAL

Hospital Gênesis cria emergência obstétrica com doulas na equipe

Por Redação
Hospital Gênesis cria emergência obstétrica com doulas na equipe
O Centro oferece às pacientes serviços assistenciais humanizados de apoio, por meio de um corpo clínico especializado composto por enfermeiras obstetras, das quais 60% também são doulas. (Foto: Divulgação)

A descoberta da gestação e a jornada até o parto exigem cuidados e atenção com a saúde da mulher e do bebê. A fim de oferecer apoio e excelência em serviços de obstetrícia e de ginecologia, o Hospital Gênesis inaugurou, em julho deste ano, o Centro de Emergência e Obstetrícia, seguindo a referência e a tradição do hospital que foi fundado para ser especialista em saúde da mulher. A unidade oferece às pacientes serviços assistenciais humanizados por meio de um corpo clínico especializado composto por enfermeiras obstetras, das quais 60% também são doulas.

LEIA MAIS >> Camilo Santana assina decreto de aquisição do Hospital Leonardo Da Vinci

MT Cast #19: saúde mental infantil na pandemia

Equipado com quarto de parto e pós-parto individualizado, o Centro de Emergência Obstétrica do Gênesis é integrado ao Serviço de Neonatologia (Seneo), à Unidade de Internação da Maternidade e à Sala de Recuperação com três leitos. Conforme o ginecologista e obstetra Lucas Nogueira, coordenador do Centro, a sala é utilizada quando há necessidade de observação prolongada. “A ideia do hospital é levar a mãe e o bebê seguros e saudáveis de volta ao lar o mais breve possível”, explica. 

De acordo com o médico, todo o trabalho realizado no Centro é feito por uma equipe completa de especialistas em ginecologia, obstetrícia, neonatologia, anestesiologia, clínico, intensivista e enfermeiras obstétricas. “[Eles] conduzem com foco, em primeiro lugar, na segurança do binômio materno-fetal; e em segundo lugar, tentando atender aos desejos maternos, no caso de evolução para parto”, explica.

O Centro de Emergência Obstetrícia do Hospital Gênesis possui uma equipe completa de especialistas. (Foto: Divulgação)

O Centro possui espaço para medicação, leitos para internação, apartamentos convencionais ou estilo suíte master e ainda enfermarias de dois leitos. “Além de leitos para parto normal humanizado com bola, cavalinho, banheira, analgesia de parto e um centro cirúrgico preparado para pronta resolução em casos de urgência”, garante o Dr. Lucas Nogueira.

Atendimento humanizado

Para oferecer um atendimento humanizado, 60% das enfermeiras obstetras do Centro são doulas, ou seja, profissionais que acompanham as futuras mamães durante o período da gestação até os primeiros meses após o parto, com foco no bem-estar da mulher. São elas que proporcionam informação, acolhimento e apoio físico e emocional às mulheres durante a gravidez, o parto e o pós-parto. 

De acordo com a gerente de Enfermagem do Centro, Ana Maria Menezes, a equipe de enfermagem preocupa-se com a humanização do cuidado e busca promover atualizações técnicas dos profissionais. Prova disso, ela informa, é a unidade ter adotado o curso de doulas. “Nós temos uma necessidade de entender o que as doulas fazem em casa, o período da gestação, os nove meses antes de vir para nós”, observa. 

A Unidade de saúde conta com uma estrutura equipada com quarto de parto e pós-parto individualizado. (Foto: Divulgação)

Dessa forma, o preparo técnico adquirido na universidade ganhou, destaca Ana Maria, um aliado com foco no atendimento humanizado. “Nossas enfermeiras foram treinadas para entender como é que as doulas agiam dentro da sala de parto, uma vez que elas vão muito mais ao suporte emocional à mãe”, completa. As enfermeiras do centro obstétrico do Gênesis acompanham as gestantes da hora em que entram na unidade até momento do parto, oferecendo suporte técnico e emocional.

LEIA MAIS >> Anjos do Natal 2020 será online e tem meta de superar 5 mil cestas básicas

Anjos do Natal 2020: saiba quais serão as instituições beneficiadas 

Experiência

Para a psicóloga Rachel Lilienfeld Aragão, a experiência do atendimento humanizado desenvolvido no Centro fez toda a diferença no trabalho de parto, iniciado no dia 29 de novembro. “Havia ido ao hospital anteriormente para conhecer o espaço. Na emergência, fui muito bem tratada pela equipe de enfermagem e pelo plantonista que fez minha ultrassom. A obstetra que me acompanhou durante o pré-natal também é plantonista e foi nos encontrar. Quando subimos para o quarto, a enfermeira responsável foi maravilhosa, me explicou tudo e respeito o que estava sendo pedido no plano de parto”, conta.

Neonatologia

Ramo da Pediatria que ocupa-se das crianças desde o nascimento até 28 dias de idade  – quando as crianças deixam de ser nomeadas recém-nascidas e passam a ser lactentes -, a neonatologia do Centro de Emergência Obstetrícia conta com uma equipe multiprofissional. E com equipamentos de última geração, estando, portanto, capacitada para atender prematuros extremos e todas as patologias do período neonatal.  

Visando a comodidade dos pacientes, o Centro também oferece uma variedade de testes importantes para o bebê logo nos primeiros dias de vida. (Foto: Divulgação)

“A neonatologia dispõe de dez leitos com incubadoras, berço aquecido e berço para fototerapia com equipamentos que proporcionam a assistência de maior complexidade para caso o recém-nascido necessitar”, descreve o coordenador do Centro, Dr. Lucas Nogueira.

Segundo ele, antes de sair da unidade, o recém-nascido realiza uma avaliação de saúde, bem como os testes importantes para o bebê. “Ele realiza o teste do olhinho, orelhinhas, linguinha, coraçãozinho, e, ainda, recebe a solicitação do teste do pezinho que deve ser realizado entre o 4° e 7° dia após o nascimento”, acrescenta. O Centro oferece ainda serviço de registro de nascimento, de segunda-feira a sexta-feira, nos horários de 8h às 10h30.

“Contamos com o Serviço de Imunização por meio de uma clínica terceirizada, que disponibiliza às mães vacinação de segunda-feira a sábado, no horário da tarde, caso desejem”, observa. Com o suporte qualificado de enfermeiras obstétricas, garante ele, exames laboratoriais, cardiotocografia e ultrassom obstétrico são garantidos com suporte 24 horas. “A nossa equipe é especializada em procedimentos ginecológicos minimamente invasivos de suporte”, acrescenta.

Cuidados

A unidade tem obedecido todos os protocolos de biossegurança para diminuir o risco de contaminação pela Covid-19. A exemplo de uma ala de isolamento que comporta apenas pacientes com suspeita da doença pandemia. “Em nossa organização espacial há ainda uma porta de entrada para as gestantes para evitar contato com possíveis casos suspeitos. Além disso, temos um andar inteiro direcionado para a internação de pacientes com perfil obstétrico-ginecológico”, finaliza ele. 

Veja também