Iprede finaliza ciclo do Projeto Vai Maria com desfile especial na Praça da Imprensa

Por Redação
Iprede finaliza ciclo do Projeto Vai Maria com desfile especial na Praça da Imprensa

O projeto Vai Maria, que resgata o potencial de mães e cuidadoras de crianças atendidas pelo Instituto da Primeira Infância (Iprede), realiza desfile na feira Babado Coletivo, no dia 13 de dezembro, na Praça da Imprensa. A ação concretiza o segundo ciclo do trabalho realizado com os cursos oferecidos pela instituição. 

LEIA MAIS >> Márcia Travessoni e Mirella Freire fazem bazar no Donna Salon; veja as peças

Prefeitura de Fortaleza e Iprede inauguram unidade de assistência à criança autista

O Vai Maria está na ativa desde março de 2018 e fornece aulas teóricas e práticas de corte e costura, moda e criação, além de promover encontros que trabalham as ideias das participantes. O principal objetivo do projeto é transformar a vida das participantes de forma positiva. O curso se divide em dois ciclos, o primeiro ciclo foi encerrado em 2018 com um desfile das mães, vestidas com as primeiras peças produzidas por elas, no anfiteatro do Iprede.

Mães do Projeto Vai Maria (Foto: Divulgação/Voir Image)

Francisca Patrícia de Oliveira, mãe participante da iniciativa, demonstra sua felicidade em participar do projeto.

“Aqui não aprendemos só a costurar roupas, aprendemos a costurar nossos sonhos”, afirma Francisca. 

O segundo ciclo se encerra com a formatura de mais uma turma de 15 alunas. O projeto foi financiado pelo Criança Esperança e as alunas puderam visitar fábricas, trocar ideias com artistas, estilistas e grandes nomes da moda cearense e agora vão desfilar sua própria coleção, “Brasilidade”, no Babado Coletivo.

Venda das peças

Durante os três dias de Babado Coletivo, de 13 a 15 de dezembro, o instituto terá um estande no qual serão vendidas peças produzidas pelas mães do projeto e toda a renda obtida será revertida para a criação do negócio social Vai Maria, uma confecção que destinará seu lucro para a sustentabilidade do próximo ciclo do projeto e a gerar renda às mães participantes.

Para divulgar as peças, uma sessão de fotos comandado por Rafa Eleutério e Igor Dantas, da Voir Image, reuniu influencers e apoiadores do projeto, como o designer Zé Filho, a jornalista Gabi Dourado, e Rebeca Tomaz, da Água de Coco.

Peças do Projeto Vai Maria serão vendidas na feira Babado Coletivo (Foto: Divulgação/Voir Image)

O coordenador de projetos do Iprede, João Victor Furtado, explica a importância da confecção. “A gente sonha que em janeiro possamos montar a confecção ‘Vai Maria’, essa marca que é tão importante pra gente, com a qual vamos poder proporcionar uma renda para cada uma delas. Essa confecção vai ser a materialização de um sonho”, ressalta. 

Inclusão Social

O Instituto da Primeira Infância, organização da sociedade civil sem fins lucrativos, existe há 33 anos e se dedica a promover a nutrição e o desenvolvimento na primeira infância, articulando-os com ações que visam ao fortalecimento das mulheres e da inclusão social de famílias que vivem em situação de exclusão e vulnerabilidade social. Por meio de doações e parcerias, o Iprede garante o atendimento diário a cerca de 900 famílias em situação de risco.  

Peças do Projeto Vai Maria serão vendidas na feira Babado Coletivo (Foto: Divulgação/Voir Image)

Neste mês, a instituição está recebendo também doações de brinquedos, além de leite e alimentos, a serem distribuídos no Natal. Bonecas, jogos, brinquedos de montar e empilhar estão entre os preferidos das crianças, e ajudam também no seu desenvolvimento psicossocial.

Serviço
Desfile “Brasilidade”, do Projeto Vai Maria, na feira Babado Coletivo
Quando: 13 de dezembro, às 19h
Onde: Praça da Imprensa (Av. Desembargador Moreira, esquina com Av. Antônio Sales)

Foto destaque: Divulgação/Voir Image


Veja também