Rotary: Conheça a instituição que busca melhorar a sociedade através do serviço humanitário

Por Lucas Magno
Rotary: Conheça a instituição que busca melhorar a sociedade através do serviço humanitário

A Fundação Rotária, do Rotary International, é uma das principais organizações não governamental sem fins lucrativos do mundo. Criado em 1905, na cidade de Chicago, nos Estados Unidos, pelo advogado Paul Percy Harris, a organização vem agindo constantemente para trazer melhorias para a sociedade, promovendo a paz e a compreensão mundial através de programas internacionais humanitários, educacionais e de intercâmbio cultural.

Formado por líderes de negócios e profissionais, a instituição foi criada com a intenção de promover o companheirismo e as relações profissionais. Poucos anos depois, um terceiro e crucial elemento foi implantado, o serviço humanitário à comunidade. A partir disso, o Rotary iniciou as suas ações para melhorar a sociedade, através da prevenção e tratamento de doenças, educação e outras áreas.

Paul Harris e outros companheiros do Rotary em 1922 (Foto: Divulgação)

Atualmente, existem mais de 1,2 milhão de rotarianos associados a 35.000 Rotary Clubs, em 210 países ou regiões do mundo. No Ceará, os clubes fazem parte do Distrito 4490, que inclui também Piauí e Maranhão. O distrito é governado pela cearense Maria Vital, que assumiu o comando em junho deste ano. 

Maria começou a frequentar o Rotary acompanhando o marido, o professor Agerson Tabosa, que também já foi Governador. “Em 1997 ingressei como rotariana no clube Fortaleza Estoril, que foi criado naquele mesmo ano. Hoje sou associada do Fortaleza Alagadiço.” relembra sua trajetória. 

Maria Vital assume governo de distrito regional do Rotary (Foto: Alex Campêlo)

Agora com o papel de Governadora, uma das suas principais funções é fornecer apoio e motivar os clubes, para que possam conduzir projetos e participar de programas do Rotary em benefício da comunidade. “Minha atividade tem sido intensa, no sentido de manter o distrito conectado e coeso, em torno das metas do ano rotário”, completa.

Causas e Metas

Lema presidencial 2019/2010

O Rotary tem uma atuação muito forte na parte social. Os projetos são criados e concentrados em seis áreas de enfoque: Paz e prevenção/resolução de conflitos; prevenção e tratamento de doenças; recursos hídricos e saneamento; saúde materno-infantil; educação básica e alfabetização; e desenvolvimento econômico e comunitário. 

Com o lema “O Rotary Conecta o Mundo“, a busca é sempre de unir forças entre os clubes, para também conectar com os projetos comunitários. “Os clubes atuam nas comunidades, sozinhos ou em parceria com outros clubes. mas primamos pela parceria, porque, juntos e conectados, podemos fazer muito mais.” declara Maria. 

Com base nisso, um dos atuais projetos do Rotary Club de Fortaleza – Alagadiço é a implantação de UTIs pediátricas para transplantados, no Hospital Geral de Fortaleza (HGF). O projeto está sendo desenvolvido juntamente com o Rotary Club de Windsor Roseland, no Canadá. “Foram investidos US$ 30 mil para trazer as UTIs. A previsão é que a instalação aconteça já na segunda semana de outubro”, confirma.

15º Rally do Companheirismo (Foto: Divulgação)

Sempre buscando trazer melhorias para a sociedade, outros projetos também se destacam no Distrito 4490, como o Rally do Companheirismo, evento que já chega a sua 15º edição, organizado pelo Rotary Club de Teresina-Piçarra, no Piauí. O evento percorreu a capital piauiense e a zona rural de cidades próximas, arrecadando recursos para a construção do centro esportivo da Associação Fraternidade, instituição que promove a inclusão de pessoas em situação de vulnerabilidade.

O Rotary também tem um programa de intercâmbio para jovens entre 15 a 19 anos, que oferece a oportunidade de conhecer outras culturas, aprender novos idiomas e ampliar seus horizontes. Além disso, a partir do programa, os participantes desenvolvem suas habilidades de liderança e fazer amizade com jovens de outros países.

End Polio Now

Representantes do Rotary International e do governo filipino assinam o acordo do primeiro projeto de combate à pólio da instituição (Foto: Divulgação)

A principal causa do Rotary International é a completa erradicação da pólio no mundo. “Estamos trabalhando nisso há mais de 30 anos, fazendo um progresso incrível na luta contra a doença. Desde 1988, ajudamos a imunizar mais de 2,5 bilhões de crianças contra a paralisia infantil em 122 países, registrando uma redução de 99,9% nos casos de pólio em todo o mundo”, afirma Maria.

Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgadas no começo deste ano, em 2018, apenas 30 casos da doença foram notificados em dois países – Afeganistão e Paquistão. Ainda segundo o OMS, o mundo está à beira da erradicação global da doença.

Para isso, “é essencial não só acabarmos com a poliomielite nos países onde ela ainda é endêmica, mas também mantermos os outros locais livres da doença. Se todos os trabalhos em prol da erradicação cessassem hoje, dentro de dez anos a doença poderia voltar a paralisar cerca de 200.000 crianças anualmente”, enfatiza.

Neste projeto, denominado “End Polio Now”, emprega-se recursos da Fundação Rotária e da Fundação Bill and Melina Gates, um dos principais financiadores do Rotary. “Além disso, no dia da vacinação, os rotarianos se mobilizam no mundo inteiro, colaborando com os órgãos públicos, para imunizar o maior número possível de pessoas, inclusive em países em guerra. Neste ano, será no próximo dia 24”, completa.

Como Conhecer 

O Rotary está sempre de portas abertas para pessoas que queiram se envolver em suas causas sociais e colaborar. Para isso, é possível saber mais informações a partir do site da instituição e também acompanhar as redes sociais do Distrito 4490, que engloba o Ceará.

Veja também