Foi realizado, na última quinta-feira (22), no Centro de Negócios do Sebrae-CE, o Ceará Global. O evento debateu os desafios enfrentados pelas empresas de pequeno porte frente ao mercado global. Atualmente, as micro e pequenas empresas brasileiras representam 27% do PIB do País. No entanto, a representatividade desses negócios nas exportações é inferior a 2%.

Neste ano, o evento teve como destaque o papel dos pequenos negócios e dos empreendedores no avanço da internacionalização da economia do Estado. O superintendente do Sebrae Ceará, Joaquim Cartaxo, e o presidente da Câmara Setorial de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro da Adece, Marcos Pompeu, abriram o evento.

O Ceará Global seguiu com discussão sobre “Cooperar para Internacionalizar”. Participaram do painel com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec), Beto Studart, o diretor técnico do Sebrae-CE, Alci Porto, e o vice-presidente da Confederação Nacional do Comércio (CNC), Luiz Gastão Bittencourt.

Durante o momento, Beto Studart ressaltou a importância da Zona de Processamento de Exportações do Ceará (ZPE) para o processo. O presidente da Fiec também afirmou que, para além da instalação da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP) na ZPE, não houve registro de avanços na exportação cearense.

O evento contou, ainda, com a participação do secretário-chefe da Casa Civil do Governo do Ceará, Élcio Batista. Na ocasião, o secretário citou os obstáculos enfrentados na internacionalização da economia do Estado e como alavancar esse processo. “Falei sobre alguns caminhos possíveis e como temos conseguido projetar nosso Estado ao investir de forma sustentável em tecnologia, inovação, logística, educação e em diversas outras áreas estratégicas”, disse Élcio em postagem nas redes sociais.

Fórum Permanente das Câmaras de Comércio Estrangeiras no Ceará

Em seguida, a Fecomércio-CE e o Sebrae-CE assinaram acordo para a criação do Fórum Permanente das Câmaras de Comércio Estrangeiras no Ceará. O objetivo do Fórum é fomentar a cooperação entre as câmaras de comércio para alavancar o processo de internacionalização do Estado. A cada ano, o fórum deve realizar encontro presencial para debater com o poder público, setor produtivo e sociedade civil ações no âmbito da internacionalização da economia do Estado.

Ceará Global

O Ceará Global é um projeto da Câmara Setorial de Comércio Exterior e Investimento Estrangeiro da Adece, com apoio do Sebrae-CE, Fiec-CE, Fecomércio-CE, Câmara Brasil-Portugal, Universidade de Fortaleza, entre outras entidades. A ação acontece desde 2017 para promover o network entre empreendedores, investidores, entidades de classe e poder público ligados ao comércio exterior e ao investimento estrangeiro no Ceará.

Foto: reprodução/Site Fiec