A maior empresa de viagens online do Brasil e da América Latina, Decolar, realizou uma pesquisa para mensurar os destinos mais ansiados por brasileiros para curtir o feriado de Páscoa. O levantamento apontou que as cidades de Orlando, Punta Cana e Nova York aparecem no topo de buscas no site. E a preferência por destinos internacionais é visível: entre os 10 lugares mais procurados, apenas 3 estão localizados no Brasil.

Top 10 – Destinos preferidos para a Semana Santa. Foto: Divulgação

A notícia é animadora, pois mesmo com o câmbio do dólar mais alto, o brasileiro está confiante e deseja viajar para fora do país. “Apesar da oscilação que tivemos em março, o preço do dólar manteve-se quase o mesmo nos últimos meses. Além disso, com o número reduzido de feriados prolongados em 2019, os viajantes priorizam as emendas para aproveitarem destinos internacionais”, comenta Alexandre Moshe, diretor-geral do Decolar.

Esta é a segunda vez que Orlando é eleito o local favorito dos brasileiros para curtir a Semana Santa. De acordo com Moshe, o destino está sempre em alta, principalmente com parques e atrações que se reinventam com novas opções todos os anos. “Além disso, outros fatores que mantêm o alto índice de brasileiros indo para os Estados Unidos é a acessibilidade”, ressalta.

Já a porcentagem de procura por destinos nacionais diminuiu no ranking em relação a 2018. Se no ano passado, São Paulo e Rio de Janeiro ocupavam o 3º e o 5º lugar entre mais procurados, em 2019, a capital paulista ficou na 10ª posição e o Rio não aparece na lista do Top 10 destinos para o feriado de Páscoa.

Turistas

Entre os turistas internacionais que visitam o site do Decolar, a maioria procura por destinos nacionais, sendo o Rio de Janeiro a cidade mais desejada para a Semana Santa. Recife, Natal, Florianópolis e Maceió compõe, respectivamente, a lista dos 5 lugares mais buscados.

Fortaleza aparece no Top 10 Destinos Nacionais mais procurados por estrangeiros

Chamada “Destinos Mais Procurados Para a Páscoa 2019”, a pesquisa foi realizada levando em consideração as emissões de passagens entre março de 2017 e março de 2019 de clientes do site Decolar.