Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site!

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Hariana Meinke conta como diminuiu o uso de filtros no Instagram

23 mar 2021 | beleza

Por Jacqueline Nóbrega

A influenciadora digital Hariana Meinke inspirou organicamente um movimento que tem tomado as redes sociais: incentivar que as pessoas apareçam no Instagram sem os filtros que transformam o rosto. Ao Site MT, ela contou que a motivação para essa postura veio quando ela começou a se sentir atormentada com coisas que jamais a incomodariam, como eventuais espinhas, linhas de expressão e até olheiras após uma noite difícil.

LEIA MAIS >> Body positive: 10 perfis que compartilham o amor ao corpo para seguir no Instagram

“Identifiquei que o incômodo vinha dos filtros, já que nos Stories era onde eu mais via meu rosto. Como trabalho com isso, a versão que mais via meu rosto era aquela: com filtros, sem marcas, pele aveludada, bochecha corada, cílios enormes, boca com cor…“, elenca Hariana. 

A influenciadora digital Hariana Meinke inspirou organicamente um movimento que tem tomado as redes sociais: incentivar que as pessoas apareçam no Instagram sem os filtros que transformam o rosto. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Foi a rotina offline que a impulsionou a abrir mão desses acessórios de imagem virtual. “Filtro não vai no mercado com a gente, e me incomodar com o meu rosto não era algo que eu queria lidar porque a busca pra me enquadrar no padrão plástico nunca teria fim, então tratei de cortar o mal pela raiz. Não foi fácil no começo, mas insisti e hoje me sinto super esquisita quando uso alguns filtros, nem me reconheço”.

Influência orgânica

Inicialmente, a proposta não era incentivar os seguidores, mas acabou que muitos deles aderiram ao movimento e até marcam Hariana quando publicam fotos e vídeos sem intervenções. “A gente se sente na obrigação de usar filtros pra ficar igual a todo mundo, mas todos usam filtros, então essa vira nossa referência. No fim do dia parece que só nosso rosto não é perfeito, e ficamos dependentes desses filtros, mas se todo mundo parar de usar, a referência muda, né?”, questiona.

E foi o que aconteceu: ao ter o próprio rosto como referência, Hariana estimulou as pessoas a aceitarem elas mesmas.

“Ver em outros rostos tudo aquilo que de alguma forma incomoda em si faz com que as pessoas se sintam acolhidas, humanas, de verdade e normais”.

Ao ter o próprio rosto como referência, Hariana estimulou as pessoas a aceitarem elas mesmas. (Foto: Reprodução/ Instagram)

A influenciadora e produtora de conteúdo, que não é cearense mas já morou durante anos em Fortaleza e mantém amigos na Capital, confessa que nunca imaginou que uma decisão pessoal fosse influenciar tantas pessoas. “Sinto um pouco como se tivesse cumprindo meu papel como influenciadora ao ser a pessoa que faz os outros terem coragem de ser quem são, ao invés de plantar insatisfações por me apresentar sempre perfeita”.

“No fim, a gente descobre que somos perfeitos cada um à sua maneira. No fim, somos todos humanos vivendo nossa vida, a vida traz marcas e nossa pele conta nossa história e isso é muito bonito“, conclui.

Foi a rotina offline que a impulsionou a abrir mão dos acessórios de imagem virtual. (Foto: Reprodução/ Instagram)

VEJA TAMBÉM

PUBLICIDADE