logo

Body positive: 10 perfis que compartilham o amor ao corpo para seguir no Instagram

Por Yohana Capibaribe
Body positive: 10 perfis que compartilham o amor ao corpo para seguir no Instagram
Polly Oliveira é autodidata, escritora e estudiosa. No instagram, ela compartilha reflexões sobre corpo e padrões de beleza (Foto: Reprodução)

Seja gorda, magra, com ou sem estrias e celulite, seios grandes, seios pequenos: o mais bonito é se sentir bem consigo. O movimento social ‘Body positive’ propõe uma relação positiva com o próprio corpo e, principalmente, sem compará-lo a padrões inexistentes e impostos por indústrias da beleza. Nas redes sociais, adeptas ao movimento compartilham o amor ao corpo,  incentivando mais pessoas a se aceitar e enxergar as belezas próprias e singulares. 

LEIA MAIS >>> Cearense produtora de cosméticos veganos é selecionada em programa de liderança dos EUA

Cinco marcas cearenses de biquínis para quem tem o corpo do verão

O Site MT reuniu 10 perfis que compartilham o movimento ‘body positive’ para você seguir. Confira! 

@alexandrismos

Alexandra Gurgel é jornalista, escritora e fundadora do @movimentocorpolivre – movimento de aceitação corporal para todos os corpos, que reúne depoimentos anônimos sobre as percepções do próprio corpo . A ativista compartilha nas redes sociais vídeos com discussões sobre gordofobia, auto aceitação, padrões estéticos e ‘body shaming’.

@maqui.nobrega

Maqui Nóbrega é designer com passagens pela revista Capricho. Atualmente, ela trabalha com a youtuber Karol Pinheiro. Nas redes sociais, Maqui fala sobre tudo, principalmente, beleza, moda plus size e amor próprio. “Estria é o corpo em movimento, é o corpo vivo”, escreveu em uma publicação no Instagram. 

@rayneon

“Pleníssima e imensa de gorda. Desconstruidora de padrões”, é assim que Raíssa Galvão se descreve no perfil do Instagram. A jornalista compartilha depoimentos sobre a relação com o corpo e dá dicas de moda plus size, com fotos e looks maravilhosos.

@lucigoncalvesa

Luci Gonçalves começou um canal no YouTube para falar sobre transição capilar. Atualmente, a jovem compartilha sobre o dia a dia intercalando questões sobre moda, feminismo, periferia, negritude, sexualidade e autoestima. 

@lxccarvalho

Luana Carvalho é modelo plus size, gordo-ativista negra e idealizadora do @coletivovozesnegras. Na conta pessoal do Instagram, Luana compartilha reflexões sobre liberdade corporal, autoestima e gordofobia.

 @dorafigueiredo

Dora Figueiredo viralizou nas redes sociais após um depoimento sobre relacionamentos abusivos. Hoje, a jovem é uma das principais referências na internet sobre debates sobre autoestima. No Instagram, ela compartilha post com reflexões sobre amor próprio e saúde mental.

@modapenochao

Ana Soares é consultora de estilo e, desde 2008, escreve sobre moda acessível, autoestima e consumo consciente. Com o ‘Moda Pé no Chão’, ela foca em desconstruir padrões da moda com uma linguagem autêntica e da vida real, priorizando o autoconhecimento.

@baddiesantana

Juliana Santana é comunicóloga e ativista. Nas redes sociais, ela fala sobre moda, aceitação, auto estima, sexualidade e empoderamento. Como uma mulher negra e gorda, Juliana traz reflexões sobre os padrões de ‘corpo ideal’ e busca levar representatividade para mulheres como ela no Instagram.

@pollyoliveirareal

Polly Oliveira é autodidata, escritora e estudiosa. Através das narrativas femininas, a autora expressa empoderamento feminino e dores comuns às mulheres. No instagram, ela compartilha reflexões sobre corpo e padrões de beleza.

@sejaimensuravel

O último perfil da lista é um projeto desenvolvido por uma jornalista cearense, Raiane Ribeiro, para influenciar uma relação mais saudável com o corpo. Os posts trazem reflexões sobre padrões de beleza, mercado estético, corpo e alimentação através de dados, discussões e depoimentos.

Veja também