Carnaval sem lixo: Cinco práticas sustentáveis para adotar na folia

Por Rosi Melo
Carnaval sem lixo: Cinco práticas sustentáveis para adotar na folia
Pequenas ações podem transformar ecologicamente o seu Carnaval. Foto: iStock

Se você é uma dessas pessoas que acredita que Carnaval não é Carnaval sem glitter e muito fervo, fica a dica: que tal investir em um Carnaval sem lixo também? Afinal de contas, curtir a folia com responsabilidade não custa nada e ainda contribui para a preservação do meio ambiente. Confira cinco práticas sustentáveis para pular o Carnaval com a consciência limpa:

Abuse das fantasias recicláveis

Que tal reaproveitar materiais para produzir a fantasia para a folia? Na internet, o que não faltam são tutoriais para construir peças a partir de sacolas plásticas, papelão e sobras de tecido.

LEIA MAIS >> Neon, ombreiras e muito brilho: confira o que será tendência no Carnaval 2020

Se o tempo é pouco para fazer o próprio look, que tal trocar de fantasia com alguém? A prática virou moda no Rio, onde uma blogueira reuniu 40 pessoas para promover a troca de fantasias e acessórios.

E esse sorvetinho? Foto: Reprodução

Outra dica bacana é investir em fantasias versáteis, que possam ser usadas na folia e no dia a dia.

Use bioglitter

Feito com componentes que não agridem o ecossistema, o bioglitter é uma alternativa sustentável ao glitter comum, que contém plástico e alumínio em sua composição. Ao serem descartadas, essas micropartículas de plástico escorrem pelo ralo e chegam até o oceano.

No Brasil, grandes marcas já produzem o bioglitter. Em janeiro, o Boticário lançou uma coleção vegana da linha Intense, com direito a Power Glitter nas cores dourado e prata, iluminador Shaker Glitter para usar no corpo inteiro, além de um primer que promete prolongar o efeito do ecoglitter em até seis horas.

Power Glitter. Foto: Divulgação

Já a Quem Disse, Berenice? apresentou, também em janeiro, o Ultra Glitter. A fórmula do produto inclui a mica entre os componentes. O mineral é conhecido por não agredir o meio ambiente aquático. Outro diferencial do Ultra Glitter é a tecnologia peel off, que cria uma película protetora na pele que ajuda na hora de tirar o brilho. Três tons estão disponíveis: rosa, prata e dourado.

Ultra Glitter. Foto: Divulgação

Em Fortaleza, algumas marcas abraçaram a causa. É o caso da loja colaborativa Elabore e da Com Glitter, que já iniciaram as vendas de glitters ecológicos à base de minerais. Adepta da iniciativa há alguns anos, a Catarina Mina começa a comercializar uma nova linha de ecoglitters na segunda-feira (10).

Adote uma garrafa

Vai passar horas na rua para acompanhar o bloquinho? Adote uma garrafa d’água para a folia e, se possível, leve junto o próprio copo retornável. Dessa forma, você evita o uso de plástico descartável e produz menos lixo.

Se hidrate e use protetor solar

Com a garrafinha de água em mãos, reponha os líquidos necessários para amenizar os efeitos da ressaca no dia seguinte. Entre uma latinha de cerveja e outra, beba água, hein?

Se a festa começa cedo, é essencial cuidar da pele para não causar danos permanentes. Por isso, use e abuse do protetor solar, lembrando que, quanto mais clara a pele, maior o fator de proteção solar necessário para protegê-la.

Limpe a cidade

Manter a cidade e as praias limpas é um dever de todos enquanto cidadãos. Tem um tempo livre no fim de semana de Carnaval? Seja um voluntário, reúna amigos e vizinhos e limpe a praia. Viu uma garrafa plástica jogada no meio da avenida? Não passe direto, apanhe o objeto e jogue no lixo. Seja a diferença no dias de folia também.

Limpe a cidade. Foto: iStock

Veja também