O documentário “Mulheres na Noite – Música em Fortaleza” será apresentado na XIII Bienal Internacional do Livro. A exibição acontece neste sábado (24), às 20h, no Espaço Juvenal Galeno.

Produzido e dirigido por Pingo de Fortaleza, o longa narra a história de vida e a experiência profissional de cinco cantoras cearenses. Na ocasião, acontece também o pré-lançamento do livro “O Que Me Falou Evaldo Gouveia”, de Ulysses Gaspar.

Foto: Divulgação

As falas das cantoras Goretti Almeida, Lupe Duailibe, Silvana Elen, Micaela Gomes e Francy Castro são intercaladas com imagens de seus cotidianos e apresentações na noite de Fortaleza. O documentário dá continuidade ao projeto “Solo Feminino”, formado por um livro e três CD’s, todos sobre mulheres artistas.

O filme foi lançado no último dia 10, no Cinema Benfica, e conta com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado do Ceará, através da lei do Mecenato. A artista Eliahne Brasileiro assina a assistência de direção e edição, junto com Juliana Roza, que também é assistente de produção.

Pingo afirma que a história da cantora Goretti Almeida o impactou, pois revelou peculiaridades dos shows noturnos femininos, fazendo com que ele refletisse sobre a arte em forma geral. “Mulheres na Noite” é seu segundo filme, sendo “Pérolas do Centauro” sua primeira produção. Atualmente, ele está trabalhando no documentário “Pelos Caminhos do Conselheiro”, que deve ser lançado ainda em agosto, em Quixeramobim e na região de Canudos (BA).

Bienal do Livro

A XIII Bienal Internacional do Livro acontece até o dia 25 de agosto, no Centro de Eventos do Ceará. Com o tema “As cidades e os livros”, o evento tem programação diversificada, contando com a presença de grandes autores, como a cineasta Abdellah Taïa e a escritora Conceição Evaristo. A entrada é gratuita.

>> Confira: Governo realiza abertura da XIII Bienal Internacional do Livro do Ceará

Foto: Divulgação