Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Cinco exposições que valem a pena ver online

30 mar 2021 | Lifestyle

Por Redação

Consumir arte é um processo único e pessoal que está vinculado à vivência de cada pessoa. Em museus ou galerias, os apreciadores se conectam com as obras através dos sentidos e se permitem desacelerar da rotina agitada do mundo afora. Durante a pandemia da Covid-19, com exposições e mostras adiadas ou canceladas, o mercado da arte apostou em eventos virtuais e adotou as medidas de segurança necessárias. O Site MT preparou uma curadoria de exposições para serem visitadas após o fim do isolamento social mais rígido ou apreciadas por tours online. Confira!

LEIA MAIS >> Coletivo Sol para Mulheres apresenta exposição e fotolivro com imagens do isolamento

Água de Coco lança coleção ‘tempo’ e prioriza o conforto

  • Águas de Março

A nova mostra do artista plástico Sérgio Helle é inspirada nos ciclos da vida e tem conexão com acervos da Universidade de Fortaleza (Unifor). A abertura da exposição será através de uma transmissão online nos perfis da Unifor no Instagram, YouTube e Facebook e na TV Unifor, nesta terça-feira (30), às 19h.

O artista plástico Sérgio Helle. (Foto: Divulgação)

Com a curadoria de Izabel Gurgel, o acervo reúne nas séries “Resurgentis” e “Paradisus”. A exposição do cearense Sérgio Helle é inspirada nos ciclos da natureza e dialoga com acervos da Fundação Edson Queiroz, pontua a curadora. O artista apresenta pinturas, instalações em técnicas variadas e infogravuras (sobre papel, sobre tecido, sobre pedra Cariri) na nova exposição.

  • OSGÊMEOS: Segredos

Após sete meses fechada, a Pinacoteca de São Paulo retornou as atividades, em outubro, com a exposição da dupla OSGÊMEOS. A mostra estava com visitação reduzida e venda de ingressos exclusiva pelo site. Contudo, conforme o decreto do Estado de São Paulo, as atividades culturais tiveram que ser suspensas no mês de março. 

Dessa forma, os irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo, considerados dois dos maiores representantes da arte urbana brasileira, gravaram uma visita educativa pela mostra. O vídeo está disponível no site da Pinacoteca ou pelo canal do YouTube. O acesso é gratuito e, durante, quase trinta minutos você passa por toda a exposição que contempla pinturas, instalações imersivas e sonoras, esculturas, intervenções, desenhos e cadernos de anotações. 

OS irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo. (Foto: Reprodução/Veja SP)
  • Beatriz Milhazes

Referência na arte contemporânea brasileira, a carioca Beatriz Milhazes tem a trajetória contada na exposição “Beatriz Milhazes: Avenida Paulista”, parceria entre o MASP e o Itaú Cultural. No MASP, são exibidas mais de 170 obras feitas pela artista a partir de 1989, com curadoria de Adriano Pedrosa e assistência de Amanda Carneiro. A mostra tem uma ampla seleção de pinturas, gravuras, colagens e obras tridimensionais.

Já no Itaú Cultural, a exposição contempla 80 obras entre  três andares do centro cultural com curadoria de Ivo Mesquita. A mostra apresenta colagens, gravuras e a exibição de um minidocumentário. A mostra “Beatriz Milhazes: Avenida Paulista” pode ser conferida até 30 de maio. Além disso, a mostra do Itaú pode ser visitada através de uma tour virtual mediada pelo próprio curador.

Mais informações no site dos espaços culturais: MASP e Itaú Cultural

A trajetória da artista Beatriz Milhazes é contada na exposição “Avenida Paulista”. (Foto: Divulgação/MASP)
  • Leonardo Da Vinci – 500 anos de um gênio 

O Museu da Imagem e do Som (MIS) de São Paulo transformou a mostra “Leonardo Da Vinci – 500 anos de um gênio” em uma exposição virtual. Dessa forma, é  possível passear por todas as áreas temáticas, incluindo a sala de projeção, com imagens em 360 graus. Além de vídeos com conteúdos sobre a vida do artista, a experiência apresenta objetos expostos em realidade aumentada. Vídeos e áudio-guias com detalhes curiosos sobre a vida de Leonardo Da Vinci também estão disponíveis durante o tour. 

Exposição Leonardo Da Vinci – 500 anos de um gênio. (Foto: Revista Galileu)

Os ingressos podem ser adquiridos no site do MIS, sem custo.

  • Queerentena 

O Museu da Diversidade Sexual apresenta a primeira mostra digital “Queerentena” com obras de artistas LQBTI+ que foram criadas durante o período de isolamento. A mostra apresenta 60 obras, entre pinturas, colagens e fotografias de artistas de todo o Brasil, que discutem temáticas relacionadas ao momento da pandemia. 

A exposição é gratuita e pode ser conferida através do site do museu.

Obra “Em Casa”, de Andrés Carmo, é um dos destaques da exposição digital. (Foto: Divulgação)

Mostras online

Além dessas exposições, museus do mundo todo apresentam mostras e acervos que podem ser contemplados através de uma experiência online. Museu Nacional de História Natural de Washington, Museu do Louvre e Museu do Vaticano apresentam exposições em 360° de obras famosas.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE