Neste 15 de outubro, celebramos o Dia do Professor, uma das profissões mais antigas e valiosas do mundo. A data comemorativa foi criada graças ao professor paulista Salomão Becker, em 1947, com o objetivo de reunir profissionais da área para um dia de confraternização e descanso.

>> Saiba mais sobre Salomão Becker, criador do Dia do Professor no Brasil

Em alusão ao dia, o #siteMT convidou as professoras cearenses Vanessa Queirós e Raquel Machado para responderem à pergunta: O que é ser professor?

Ser professor é mais que exercer uma profissão, é ter o dom de despertar o melhor em cada indivíduo.

É ter coragem para transpor barreiras e seguir em frente por uma causa nobre e justa, é acreditar que, através da sua contribuição, pode ajudar a formar seres humanos que sejam capazes de serem protagonistas. Tenho a convicção de que ser educador é acreditar no amor, pois com ele se constrói grandes impérios e que o maior deles é o caráter!Professor não desiste do sonho, porque é a realização dele que o move, sem saber onde chegará sua influênciaSaber que de alguma forma estamos ajudando a formar pessoas e transformar vidas não tem preço.

Vanessa Queirós
Graduada em Pedagogia pela Universidade de Fortaleza, com especialização em Psicopedagogia pelo Cetrede, na Universidade Federal do Ceará. É fundadora e diretora da Creche Escola Espaço Inteligente. Inaugurado em julho de 2005, o espaço é hoje considerado uma das melhores creches de Fortaleza, além de acumular diversos prêmios. Em 2015, a creche foi vencedora do Top Empreendedor 2015, honraria oferecida pela Revista Top of Business. Também foi eleita a Empresa Brasileira do Ano de 2015, em São Paulo, pelo Latin American Quality Institute. Já em 2018, a escola recebeu o Prêmio Destaque Empresarial.

Ser professor é uma permanente viagem e um permanente fluxo de formação, na busca por informações de si, do outro e do mundo, na tentativa de construção coletiva do saber.

O professor pode ter importante papel tanto no desenvolvimento da ciência, com técnica, como no desenvolvimento do indivíduo, para revelação de seu brilho, sensibilizando-o ainda para ver o outro e seu entorno, percebendo as potencialidades da vida e o cuidado que ela requer.Ser professor é viver de esperança e crença na humanidade, enxergando poder de desenvolvimento individual e social em cada indivíduo, como a ver em cada semente a capacidade de desabrochar exuberante.

Raquel Machado
Graduada em Direito pela Universidade Federal do Ceará; mestra em Direito, com foco na ordem jurídica constitucional, pela UFC; doutora em Direito Tributário pela Universidade de São Paulo. Atualmente é professora adjunta do Departamento de Direito Público da Faculdade de Direito da UFC e chefe de departamento da universidade. É também coordenadora do grupo de pesquisa e extensão Ágora, educação para a cidadania: denúncia e esperança. Membro do Instituto Cearense de Direito Eleitoral (ICEDE) e membro da Comissão de Direito Eleitoral da OAB.

Fotos: Reprodução/Arquivo