Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3222 0801

Susana Clark Fiuza fala sobre a casa como um lugar de conforto

30 nov 2022 | Living

Por Redação

A arquiteta é colunista e idealizadora e apresentadora do reality Oba! Obra

Susana Clark Fiuza assina coluna na Revista MT #21 (Foto: Divulgação)

“A casa é a nossa primeira morada, nosso canto no mundo, que protege e abriga a alma humana”, comenta o filósofo francês Bachelard, em seu livro “A poética do espaço”. É também o endereço do conforto, o local onde repousamos e sentimos acolhimento, segurança e consolo. O lar está ligado ao entorno físico, ao contexto psicológico e às experiências passadas. Fico particularmente feliz em poder modificar esses ambientes em meus projetos. Transformar espaços, criar movimento entre cheios e vazios, definir fluxos e colorir paredes, peças e adornos.

Para trazer conforto ao indivíduo, algo particular e diferente, é preciso decifrá-lo, entendendo seus valores, sua história e traduzi-los em projeto. A história daquela pessoa deve ser contada nos detalhes dos objetos, móveis com estilo próprio e memórias afetivas.

No livro “A ideia do conforto”, Aloísio Schmid fala das variáveis da luz, ar, som e calor, que estão ligadas ao caráter sensorial, tato, olfato, paladar e visão. O conceito de conforto é relativo e nem sempre foi defendido. No modernismo, Le Corbusier acreditava que a casa era como uma máquina de morar, pedindo menos sentimento e mais objetividade nos espaços. As casas eram frias, caixas de vidro com paredes brancas e móveis retos em couro e aço tubular, feitas para durar e não para aconchegar.

Uma das maiores tendências da atualidade está ligada ao bem-estar, ambientes que transmitem experiências agradáveis e acolhedoras, tanto nas residências quanto nas empresas. Linhas orgânicas, móveis curvos e texturas macias aumentam a sensação de repouso e tranquilidade, proporcionam a capacidade de nos conectar com nossos valores mais profundos e com o que realmente importa.

As casas se transformaram, ficaram mais verdes e multifuncionais, adaptadas às novas exigências de descanso e estudo, para acompanhar o nosso ritmo de vida. É um privilégio poder, através da Arquitetura, transformar os espaços, atrair o olhar e emocionar, sem precisar dizer uma palavra.

Oferecer espaços de conexão com as pessoas mais importantes, proporcionar boas sensações em momentos do dia a dia, porém únicos, e ser abraçado por esse lugar insubstituível que, carinhosamente, podemos chamar de lar”.

Susana Clark Fiuza é arquiteta, colunista e idealizadora e apresentadora do reality Oba! Obra.

Este conteúdo foi originalmente publicado na Revista Márcia Travessoni #21.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE