Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

‘Elvis’: veja curiosidades sobre os looks icônicos do filme

19 jul 2022 | Moda

Por Redação

Na cinebiografia sobre o “Rei do Rock”, Austin Butler e Olivia DeJonge usam figurino das marcas de Miuccia Prada

Priscilla e Elvis Presley em cena do filme “Elvis” (Foto: Divulgação)

O filme sobre a vida de Elvis Presley chegou com tudo nas telonas brasileiras no dia 14 de julho. Em três décadas de carreira, o “Rei do Rock” ultrapassou as barreiras da música e, até hoje, também é lembrado pelo estilo extravagante, influenciando a moda dos anos 1950 a 1970. No longa estrelado pelo ator Austin Butler, a aclamada diretora de figurinos Catherine Martin assumiu o que ela considerou, em entrevista à GQ, “um dos projetos mais complexos em que já trabalhou”. Veja curiosidades sobre os looks icônicos do filme.

LEIA MAIS >> Barbiecore: a tendência inspirada na famosa boneca

Balenciaga lança bolsa que vira caixa de som

via GIPHY

Dirigido por Baz Lurhmann, “Elvis” dá um novo significado à palavra épico. A produção levou mais de dois anos para ser concluída, o que envolveu horas de pesquisa sobre a história da estrela do rock ‘n’ roll e exigiu que mais de 9.000 figurinos fossem feitos do zero. Para esta tarefa gigantesca, o diretor contou com a ajuda de Catherine – que também é sua esposa.

Diretor Baz Luhrmann, Olivia DeJonge (que interpreta Priscilla Presley) e Austin Butler (Elvis) (Foto: Divulgação)

Para retratar diferentes fases da carreira do astro, Austin Butler usou mais de 90 looks para viver Elvis. No ápice da fama, o cantor passou a usar macacões, alfaiataria metalizada e camisas de renda. O icônico terno rockabilly cor-de-rosa divide cenas com jaquetas de couro, calças amplas e outras peças extravagantes que marcaram palcos e filmes.

O cantor preferiu ternos rosa no início da carreira (Foto: Divulgação)

Parceria de sucesso

Martin já ganhou quatro Oscars e trabalhou com Lurhmann em todos os seus projetos desde “Romeu e Julieta”, em 1996, passando por sucessos como “Moulin Rouge” e “O Grande Gatsby“. Em entrevista à GQ, ela detalhou os desafios que enfrentou para garantir que os figurinos permanecessem fiéis aos ajustes dos anos 1950 de Elvis e Priscilla, bem como o trabalho com a Prada e Miu Miu para criar looks personalizados.

Catherine Martin e Baz Lurhmann, figurinista e diretor de “Elvis”, respectivamente (Foto: Reprodução/Twitter)

Da Segunda Guerra à revolução sexual

A figurinista Catherine Martin conta que se interessou pela proposta do diretor de não apenas fazer uma cinebiografia da vida de Elvis, mas retratar a relação entre dois homens: Elvis e o coronel, seu empresário. “Ele explora uma parte complicada da história americana – você tem a perda da inocência após a Segunda Guerra Mundial e o Movimento dos Direitos Civis, a segregação na América e a revolução sexual. Era quase uma ópera, e a gênese dos figurinos estava envolvida em tudo isso. Essas referências alimentaram meu processo criativo e usei figurinos para ajudá-lo a contar a história de Elvis”, conta Martin em entrevista.

Cena do filme com os atores Austin Butler (Elvis) e Tom Hanks (Coronel Tom Parker) (Foto: Divulgação)

Processo de pesquisa

Para idealizar os looks, a figurinista se inspirou em arquivos históricos, livros e sites sobre o “Rei do Rock”. Uma das primeiras missões que o diretor passou para Martin foi resgatar referências e elaborar esboços de todos macacões que Elvis usou e supostas anedotas relacionadas a ele. Por exemplo, o macacão de pavão era supostamente considerado o macacão da sorte do cantor, porque o logotipo da NBC era um pavão e o show da NBC marcou o seu retorno após uma queda na carreira. 

Macacão de pavão de Elvis (Foto: Reprodução/Instagram)
Macacão de pavão de Elvis (Foto: Reprodução/Instagram)
Martin (à esquerda) ajustando um macacão de strass (Foto: Divulgação)

Collab com Miuccia Prada e Miu Miu

Celebrando a parceria com Catherine Martin, Miuccia Prada também empresta seu olhar às produções do protagonista, Priscila Presley, vivida por Olivia DeJonge, e outros personagens. Com looks típicos das décadas de 1950 e 1960, algumas peças foram feitas exclusivamente para o filme e revisitam os arquivos de Prada e Miu Miu. O diretor de “Elvis” já tinha trabalhado com Prada em “Romeu e Julieta” e Martin colaborou com Miu Miu em “O Grande Gatsby“.

Prada e Miu Miu assinam o figurino do filme “Elvis” (Foto: Warner Bros/Divulgação)

“Tivemos um desafio complicado de produzir o visual de Priscilla de uma maneira que o público moderno realmente entendesse o quão icônico era na época. Simplesmente produzir uma réplica desses looks não ia dar certo e então tivemos que buscar uma maneira de ampliar os looks do passado, bem como retratar seu estilo”, comentou Martin.

Prada e Miu Miu assinam o figurino do filme “Elvis” (Foto: Warner Bros/Divulgação)

No filme, a figurinista trabalhou com Prada no vestido de noiva de Priscilla e um macacão da marca também é visto nela quando a atriz está na pista de um aeroporto. Alguns dos looks de Elvis também foram feitos pela Prada, por exemplo o que Austin usa para visitar o coronel no hospital. 

Assista ao trailer de “Elvis”:

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE