Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Maria Eduarda Pontes se divide entre a medicina e a marca MA.DU

16 dez 2021 | Moda

Por Jacqueline Nóbrega

Aos 22 anos, ela planeja abrir uma loja física e ser chefe de cardiologia do Sírio Libanês

Apesar da pouca idade, Maria Eduarda é decidida no que quer construir para o futuro (Foto: Reprodução)

Aos 22 anos, Maria Eduarda Pontes concilia a faculdade de medicina com a MA.DU, marca de moda que criou em parceria com a mãe, Luciana Pontes Prudente. Ao Site MT, ela conta que sempre gostou muito de moda, e que em passeios no shopping com a mãe, quando era pequena, sua diversão era trocar os looks dos manequins espalhados nas lojas de departamento. “Para o desespero dos vendedores”, brinca. 

LEIA MAIS >> Após ficar fora do Top 16, Teresa Santos agradece torcida: ‘Gratidão’

‘And Just Like That’: veja os primeiros looks do revival de ‘Sex and the City’

Por gostar de peças diferentes, a mãe sempre a incentivou a criar as próprias roupas. “Porque o que que imaginava, ‘não existia’ para vender”, conta Duda. A partir daí, criou o hábito de comprar sempre online, já que achava mais opções do que procurava. Em um bate-papo despretensioso com Luciana, surgiu a ideia da MA.DU, que chega para preencher a falta que ela sempre sentiu no mercado cearense: “Peças não óbvias, mas necessárias e diferentes do que vimos por aí”. 

A MA.DU traz kimonos com estampas divertidas, já que a própria Duda é fã de terceira peça no look. “O básico não tem erro, e para mim, a terceira peça acrescenta  um ar divertido e inesperado”.

“A proposta da MA.DU é criar peças versáteis que possam passear desde o resort wear, até o casual, street wear. Nas fotos de lançamento da marca, fizemos questão de inserir acessórios que, à primeira vista, podem parecer não combinar, mas que dão margem para o cliente interpretar o look como ele quiser. Não queria ditar uma única maneira de usar nossas peças, até porque essa troca com o consumidor é importante, são eles que ditam as regras do produto que adquirem. O mesmo kimono pode ser usado na praia, com biquíni, mas também funciona perfeitamente com calça jeans e tênis ou até mesmo por cima de um vestidinho. Nossa filosofia é que não existem regras. E é isso que eu acho mais legal! A possibilidade de uma peça servir para várias ocasiões”. 

E como ela descreveria a cliente da marca? Effortlessly chic! “Ou seja, chique sem muito esforço, aquela roupa que vestiu, está arrumada, sabe?”.

Desafio

As incertezas do empreendedorismo são um desafio, como ela mesmo conta. Mas ela se inspira na família para que o negócio dê certo, e afirma que é preciso ter dom, mas também disciplina. “Como empreendedora, me inspiro muito no meu avô, Fernando, e no meu padrasto, Ernani. Eles sempre têm um olhar à frente como bons empreendedores naturais. Sempre fui uma pessoa acadêmica e metódica, então as incertezas do empreendedorismo têm me desafiado muito”. 

Para o futuro, ela é cheia de sonos. Para a MA.DU, planeja abrir uma loja física que seja bem sucedida e estável. No âmbito da medicina, também tem planos! “Minha aspiração é ser chefe de cardiologia do Sírio Libanês. Pode parecer um sonho alto, mas sei que para Deus nada é impossível. Tenho como inspiração a Dra. Ludhmila Hajjar, professora e cardiologista de São Paulo”. 

(Foto: Reprodução)

Com personalidade forte, também cita a influenciadora e empresária Chiara Ferragni no âmbito de mulheres que a inspiram. “Além de ser uma mulher empreendedora, mãe e com uma marca que leva seu próprio nome, foi pioneira no mundo das digitais influencers, além de ser dona de um estilo único. Acho incrível a maneira fora da caixa que ela se veste sem regras estabelecidas, pois demonstra coragem de ser quem ela é”.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE