Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

comercial@marciatravessoni.com.br
Telefone: +55 (85) 3242 0333

Redação:

conteudo@marciatravessoni.com.br
conteudo1@marciatravessoni.com.br

Brasil lidera ranking de depressão; atividades físicas podem ajudar

29 set 2021 | Notícias

Por Redação

As restrições durante a pandemia e o isolamento social, que tanto ajudaram a conter o avanço da Covid-19, deixou prejuízos à saúde mental dos brasileiros. No entanto, antes de 2020, dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) já apontavam que a depressão era uma realidade para muitos brasileiros. Segundo a pesquisa, o Brasil tem o maior número de pessoas depressivas, equivalentes a 5,8% da população, atrás dos Estados Unidos, com 5,9%. Entre as formas de tratamento, a realização de atividades físicas ajuda no combate à depressão, assim como à ansiedade, outra patologia mental que afeta muitos brasileiros.

LEIA MAIS >> Semana Essencialmente: Maryna Landim fala sobre reconexão com a felicidade interior

Márcia Travessoni promove Semana Essencialmente Edição Yoga RioMar; veja fotos

“O exercício físico é constantemente relacionado ao tratamento de patologias como ansiedade e depressão por promover bio-ajustamentos e alterações fisiológicas, regulando neurotransmissores importantes nesse processo como a dopamina, serotonina e ocitocina. Os chamados ‘hormônios da felicidade’. Além dos benefícios fisiológicos, a prática de exercícios contribui em aspectos subjacentes como autoimagem e socialização, por exemplo”, explica o educador físico e professor do Sesc Ceará, Lucas Rawan.

Praticar atividade física ajuda no combate a depressão por liberar os “hormônios da felicidade”. (Foto: Divulgação)

Saúde mental

Os números da OMS, que já são graves, no entanto, são anteriores a pandemia da Covid-19 quando o isolamento social, a perda da rotina e o medo de ser infectado, além dos possíveis agravamentos, levaram maior parte da população a desenvolver sintomas relacionados a quadros de depressão e ansiedade. De acordo com uma pesquisa da Universidade de São Paulo (USP), o Brasil é o país que mais tem casos de ansiedade (63%) e depressão (59%), em relação a outros onze países durante a pandemia. 

Além disso, os especialistas recomendam que o tratamento adequado contra essas patologias carece de um acompanhamento multidisciplinar, visto que somos seres biopsicossociais. “Com a pandemia, muitos de nossos hábitos tiveram que mudar, tivemos que nos isolar e deixar de realizar atividades que nos faziam bem, que praticávamos em grupo. Deixamos de sair para encontrar amigos e não diferiu com a prática de exercícios. A falta desses cuidados que tínhamos com nossa saúde física e social repercutem bastante na saúde mental”, atesta Lucas.

Cuidados necessários 

Agora, com a vacinação em todo o país avançando diariamente, as atividades estão retomando através de um processo gradual. As pessoas já estão de volta aos seus trabalhos, academias ou outros locais de treino. “Hoje, no ambiente de prática, além dos cuidados inerentes à segurança da sessão de treino, devemos respeitar os protocolos de distanciamento e utilização de máscaras da forma correta. O uso da máscara é um importante cuidado com o outro”.

O Sesc Ceará oferece atividades de esportes coletivos e/ou individuais que auxiliam na socialização e promove uma boa qualidade de vida e o bem-estar. (Foto: Divulgação)

Ao procurar um local para treinar, ele adverte que o público dê preferência aqueles espaços  que tomam os devidos cuidados, além de manter boa alimentação e beber bastante água. “Se possível, consulte um nutricionista, e comece pelas atividades que você tem afinidade. Aquela que não vai ser um sacrifício levantar da cama e ir ou ir após um dia intenso de trabalho, mas sim um alívio para o seu dia”, diz. 

LEIA TAMBÉM >> Conheça 10 influenciadoras que produzem conteúdo contra a gordofobia

As 10 melhores academias do Ceará 

Onde praticar 

O Sesc Fortaleza tem uma diversidade de atividades para quem busca praticar alguma atividade física. Entre eles, esportes coletivos, musculação, ginástica, aerobike, natação, hidroginástica, pilates, dança, judô, capoeira, boxe, Mmuai-thay, yoga, entre outras atividades que aulixiam na socialização e promovem a qualidade de vida e o bem-estar. Além disso, as unidades Sesc no Ceará possuem uma programação diversificada de práticas esportivas: basquete, vôlei e futsal.

Para acessar os serviços do Sesc é necessário possuir carteirinha de convênio com a instituição. Para mais informações acesse o site oficial, ou o Instagram, ou no telefone (85 3464.9363. Confira mais informações clicando aqui.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE