Bruno Gissoni fala sobre paternidade, casamento e o trabalho como diretor

Por Lucas Magno
Bruno Gissoni fala sobre paternidade, casamento e o trabalho como diretor

Entrevistado da “Vogue”, Bruno Gissoni falou sobre a nova fase como pai de Madalena, fruto de sua relação com Yanna Lavigne, além dos novos trabalho, já que ele celebra 10 anos de carreira este ano.

“Tudo mudou completamente com a chegada da Madalena. Foi um ‘turning point‘. Ela me trouxe mais amor e me deu um norte. Me preencheu de uma forma inexplicável e me apresentou o verdadeiro significado de plenitude. Simplificou o conceito de felicidade e os vários questionamentos que tinha. Ela é uma benção em nossas vidas”, disse.

Fotos: Beto Gatti/Divulgação

O ator também falou sobre o casamento com Yanna, que aconteceu no último dia 25 de maio, de surpresa. “Estava escrevendo um texto para ler na hora do batizado da nossa filha, quando a Yanna veio com uma caixa com fotos de toda a nossa história e as alianças. Foi no momento certo, no lugar certo e muito especial para nós. Foi lindo”.

Ele ainda disse que o fato de ser casado e pai de família traz “um norte, plenitude e segurança” para sua vida. “Agora, eu penso sempre como uma família, que é a minha prioridade. O amor e os sonhos foram triplicados e as escolhas passaram ser tomadas com ainda mais responsabilidade”.

No ar na novela “Orgulho e Paixão“, da Globo, ele também está prestes a estrear como diretor e autor do curta-metragem “Entre“.

Casamento com Yanna Lavigne e batizado de Madalena aconteceram em maio Foto: Divulgação

“Várias pessoas gostaram da ideia e decidi me arriscar. Não tenho uma formação completa como diretor e autor, mas sempre estudei cinema, por conta própria. Adoro assistir filmes milhões de vezes, entender a ‘cabeça’ dos diretores e me aprofundar nas histórias, na forma como são contadas. Acho que chegou a minha hora de arriscar nesse sonho antigo”.

Veja também