A arte cearense, tão viva e contagiante, está se espalhando pelos quatros cantos do Brasil. Na semana passada, entre os dias 4 e 8 de abril, o Ceará foi o estado homenageado pela 10ª edição do Salão do Artesanato, em Brasília. Considerada a maior vitrine do artesanato brasileiro, a feira foi prestigiada no dia 5 pela primeira-dama do Ceará, Onélia Santana, e a coordenadora do Programa de Desenvolvimento do Artesanato do Estado do Ceará, Amanaci Diógenes. Um dos mais talentosos artistas manuais de nosso estado, Espedito Seleiro representou Nova Olinda no evento e disse estar muitíssimo agradecido pela oportunidade de divulgar o artesanato cearense, que é fonte de renda para milhares de famílias.

+ Leia Mais: Onélia Santana realiza abertura da 56ª Feira de Artesanato do Ceará

A nossa arte na capital do País!

Segundo revelou Onélia no Instagram, o stand do Ceará reuniu “o trabalho de 1.820 artesãos de 72 entidades artesanais e grupos produtivos de 62 municípios cearenses“. No total, foram exibidos e comercializados 3.500 produtos artesanais de 16 tipologias artesanais do Ceará. Para entender a importância de uma exposição como essa, cerca de 80 mil visitantes passaram pelo Parque da Cidade, trazendo visibilidade para um trabalho rico em tradição e qualidade.

+ Leia Mais: Onélia e Camilo Santana inauguram Centro de Rendeiras da Prainha

Nossas paisagens eternizadas em forma de areia

A gastronomia cearense também teve espaço na mostra, com a apresentação de pratos e produtos típicos de nossa região. 

Stand do Ceará no 10º Salão do Artesanato

 

Fotos: Alessandro Dias