Usuários do transporte público em Fortaleza ganharão mais uma opção de locomoção em breve. Isso porque o governador Camilo Santana assinou, junto com o secretário de infraestrutura, Lúcio Gomes, a ordem de serviço que marca o início das obras da Linha Leste do Metrô de Fortaleza, durante encontro na última quarta (7). Participaram do momento também, o presidente do Senado, Eunício Oliveira, e o ministro das Cidades, Alexandre Baldy.

Na ocasião, Camilo fez questão de guiar comitiva que acompanhou a solenidade em visita ao canteiro de obras, onde estão as máquinas tuneladoras, responsáveis pela escavação dos túneis, e as embocaduras das tuneladores, em fase de conclusão.

Com 7,3 km de extensão, o novo trecho ligará o Centro da cidade ao Papicu, com média de tempo de viagem de 15 minutos. Concluído, a estimativa é que o veículo poderá transportar até 150 mil passageiros por dia. Ao todo, são quatro estações subterrâneas (Chico da Silva, Nunes Valente, Papicu e Colégio Militar) e uma na superfície (Tirol-Moura Brasil). O investimento total das obras gira em torno de R$ 1 bilhão, financiado via BNDES, além de R$ 673 milhões do Governo Federal e R$ 186 milhões do Tesouro Estadual. A previsão de conclusão das obras é de 4 anos.

De acordo com o chefe do executivo estadual, o objetivo final do empreendimento é interligar a Linha Leste às Linhas Sul e Oeste do metrô e ao VLT. Para ele, a intervenção consolida um investimento em estrutura que será referência para o Nordeste.

Fotos: Tiago Stille