Esmaltec fabrica e doa componentes para 30 mil protetores faciais

Por Redação
Esmaltec fabrica e doa componentes para 30 mil protetores faciais
A produção dos componentes acontece na fábrica da Esmaltec Foto: Divulgação

Diante da pandemia do novo coronavírus no Brasil, a Esmaltec, uma das empresas do Grupo Edson Queiroz, encontrou uma forma de usar sua capacidade industrial para ajudar. A empresa está utilizando a mesma tecnologia de componentes de seus produtos para a fabricação de peças para protetores faciais. A ação acontece em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) Ceará.

“Somos uma indústria de eletrodomésticos que tem um propósito muito claro de estar comprometida com o agora e as futuras gerações. Usamos nossas melhores pessoas e recursos para que esta produção desse certo”, disse Abelardo Rocha, presidente do Grupo Edson Queiroz.

LEIA MAIS >> Grendene doará kits de proteção para profissionais de saúde do Ceará

Campanha da Fiec já arrecadou mais de R$ 11 milhões para combater novo coronavírus

O objetivo é doar componentes para a produção de 30 mil protetores, que serão doados a profissionais de saúde da rede pública estadual. Com a tecnologia de alta produção da Esmaltec, utilizando os modelos em injetoras para plásticos, a empresa conseguirá atingir esse objetivo em 10% do tempo. “Se fosse tentado atingir o objetivo de criar 30 mil protetores com impressora 3D poderia demorar muito”, reforça o diretor superintendente Marcelo Pinto.

O diretor de engenharia Carlos Eduardo Salles explicou ainda que a empresa fez uma força tarefa para que o objetivo fosse atingido. “Fizemos em 6 dias o que levaria 60 dias no fluxo normal”.

Neste fim de semana, a companhia deve iniciar as primeiras entrega dos componentes.

Veja também