Com mais de 200 mil seguidores no Instagram e quase 700 mil inscritos no Youtube, Monja Coen Roshi é uma das figuras budistas de maior destaque na América Latina. Dia 24 de agosto, a paulista desembarca em Fortaleza para compartilhar seus conhecimentos durante palestra no Theatro Via Sul.

Primaz fundadora da Comunidade Zen Budista, em 2001, com sede no Pacaembu, Monja Coen espalha conhecimento, simpatia e sabedoria por onde passa, inclusive no Youtube, onde constantemente posta vídeos sobre bem-estar e a cultura de paz. 

Antes de seguir os ensinamentos do budismo, Monja Coen se chamava Cláudia Dias Batista de Souza. Por muitos anos, foi jornalista profissional e chegou a morar em Los Angeles, durante a década de 1970, quando trabalhou como funcionária de um banco. Nessa época, passou a praticar Zazen – a meditação que é considerada a base da prática budista – no Zen Center of Los Angeles.

Em 1983, adotou o nome Coen, que significa “um só círculo”. Em 1996, foi eleita presidente da Federação das Seitas Budistas do Brasil. Essa foi a primeira vez que uma monja de origem não japonesa ocupou o cargo.

Foto: Divulgação