Como já disse o escritor Richard Bamberger, “o desenvolvimento de interesses e hábitos permanentes de leitura é um processo constante, que principia no lar, aperfeiçoa-se sistematicamente na escola e continua pela vida afora”. Uma colocação incisiva e verdadeira. De acordo com pesquisa recente, divulgada pelo Instituto Pró-Livro, cerca de 56% dos brasileiros têm o hábito anual da leitura. Um número que poderia ser maior, levando em consideração os efeitos positivos que o ato causa nas pessoas. “A criação da rotina de leitura, especialmente quando se inicia durante a infância, proporciona desenvolvimento emocional e intelectual, enriquece o vocabulário e permite que as crianças desenvolvam senso crítico”, enfatiza Ingrid Silva, bibliotecária responsável por administrar os espaços literários do Colégio Ari de Sá, localizado na Avenida Washington Soares.

Site MT foi convidado a fazer uma visita ao Colégio Ari de Sá e foi surpreendido com a estrutura das suas bibliotecas, divididas em “Infantil” e “Juvenil” e que, juntas, acumulam 56.723 títulos, distribuídos em 125.169 exemplares. Segundo Ingrid, “o incentivo para despertar encantamento pelos livros é um importante ponto de partida”, tanto que a instituição de ensino prioriza ações interessantes e contínuas que, além de fomentarem o poder dos livros, também integram alunos, professores, colaboradores e pais.

Foto: Eri Nunes

Sabendo dessa importância de iniciar as crianças na leitura, a Biblioteca Infantil do Ari de Sá, também capitaneada por Karla Karine, na sede da Aldeota, se torna um ambiente acolhedor, motivador e onde os alunos têm a chance de se conectarem com as histórias de maneiras diferentes e altamente dinâmicas. Durante a visita ficou nítida a vontade das crianças de frequentarem a biblioteca, por vontade própria, e realizarem empréstimos de livros, como uma atividade de rotina no dia a dia . Esse grande interesse tem como fonte os projetos realizados pelo Ari de Sá, que estimulam o gosto pela leitura com atitudes inteligentes. Vamos conhecê-los?

Projeto Conhecendo a Biblioteca

Momento que acontece no início do ano letivo, em que os alunos recebem orientações sobre o funcionamento e os projetos da biblioteca, tais como a programação de eventos e aluguel dos títulos.

Projeto Quarta da Contação

“Toda quarta-feira, na Biblioteca Infantil, os alunos podem contar sua história preferida aos seus colegas no horário do recreio”, revela Ingrid. Esse momento acontece em um ambiente descontraído e de muito respeito, em que todos colaboram para que a contação seja valiosa e divertida. Karla contou como o projeto surgiu. “Os próprios alunos tinham essa vontade de contar a história, então essa necessidade partiu deles. Muitas vezes, estudantes do primeiro ano não têm o domínio total da leitura, então eles contam essas histórias da maneira deles, do conhecimento de mundo deles. É muito interessante”.

Semana Nacional do Livro Infantil

Uma semana em que alguns dos escritores infantis mais respeitados são homenageados. Há contação de histórias, bate-papo com escritores, oficinas de leitura. Esse é um momento de envolvimento total com a leitura.

Semana do Livro e da Biblioteca

Acontece no mês de outubro e a prioridade são os escritores brasileiros. Os alunos têm acesso à contação de histórias e bate-papo com personalidades. Além disso, há premiação dos alunos que mais fazem empréstimos de livros na biblioteca.

Dia Nacional da Poesia

Homenagem ao nascimento do poeta Carlos Drummond de Andrade, onde são realizadas atividades alusivas à poesia,com muita leitura, alegria e proximidade com o gênero literário. Os alunos declamam suas poesias e conhecem outras de poetas nacionais.

Leitura Solidária

O projeto acontece na Semana Cidadã, onde é oferecido leitura à comunidade carente. Um belo momento de contações de histórias, teatro de fantoches e oficinas literárias.

Devoradores de Livros

Através de um painel exposto na Biblioteca, os alunos podem fazer resumos em fichas especiais de livros que tenham gostado e indicar para os amigos. “As fichas são colocadas nesse painel de sugestões. As crianças adoram e se dedicam bastante na ação”, comenta a bibliotecária.

Vale destacar que os pais dos alunos são muito participativos nesse processo, podendo contar histórias, acompanhar os eventos de perto e auxiliar nessa evolução pelo amor à leitura.

O Colégio Ari de Sá ainda oferece uma completa Biblioteca Juvenil, onde os estudantes com idade mais avançada também podem vivenciar experiências de imersão na leitura e preparação para um futuro brilhante.

Mas esse é assunto para um outro post, que será divulgado em breve. Aguardem…