Nessa quarta (13), o Sindicato dos Auditores-Fiscais do Ceará realiza o seminário “Violência doméstica e seu impacto no ambiente laboral”, no auditório do Ministério da Economia, em Fortaleza, a partir das 14h. Entre os convidados, está Maria da Penha, símbolo da luta contra a violência doméstica e presidente do instituto que leva seu nome.

Além de Maria da Penha, foi convidada a promotora Lucy Antoneli, coordenadora do Núcleo Estadual Pró Mulher do Ministério Público do Ceará.

De acordo com Patrícia Gomes, presidente do Sindifisco DS/CE, conscientizar as mulheres e lutar contra a violência são desafios diários. “Eles atingem todas as classes sociais, necessitando de discussão. A sociedade, em especial as mulheres, precisa saber as medidas cabíveis em casos como esse. Por conta dessas razões, resolvemos organizar o seminário”, comenta.

Segundo o último Anuário Brasileiro de Segurança Pública, 193 mil mulheres registraram queixa devido à violência doméstica em 2017 – uma média de 530 casos por dia.

Sancionada em 7 de agosto de 2006, a Lei Maria da Penha é uma grande aliada no combate a esses números. Sua principal ação é criar mecanismos de prevenção e coibição da violência doméstica e familiar contra a mulher em conformidade com a Constituição Federal e tratados internacionais ratificados pelo Estado brasileiro.

SERVIÇO
Seminário “Violência doméstica e seu impacto no ambiente laboral”
Dia 13, às 14h
Auditório do Ministério da Economia (Rua Barão de Aracati, 909 – Térreo)
Gratuito