Mostra gratuita em São Paulo reúne obras da pintora Tarsila do Amaral

Por Lucas Magno
Mostra gratuita em São Paulo reúne obras da pintora Tarsila do Amaral

A exposição “Tarsila Popular“, que reúne mais de 100 obras da pintora brasileira, entrou em cartaz nesta sexta-feira (05) no Museu de Arte de São PauloAssis Chateaubriand (MASP).

Obras icônicas da artista como Abaporu (1928), Antropofagia (1929) e Operários (1955) estão na mostra, que é gratuita e pode ser visitada até o dia 28 de julho.


Pastoral, tela de 1927 da artista exposta no MASP Foto: Divulgação

Fernando Oliva assina a curadoria do material. “A exposição não é cronológica. Não acho nem que seja dividida em núcleos. São aproximações para que possam ser feitas novas análises, fricções diferentes, sobre o trabalho”, contou ele, em entrevista ao “Estadão“.

Para facilitar quem visita a mostra a entender as reflexões de Tarsila, o MASP convidou historiadores e pensadores contemporâneos para analisar a obra da artista. O resultado são textos que estão nas paredes da mostra.

Muitas obras de Tarsila, como o próprio Abaporu, estão fora do Brasil. Por isso, a exposição é também uma oportunidade rara de ver alguns quadros no País.

Para Tarsilinha do Amaral, que cuida do espólio da artista, o momento é importante. “Ela queria ser a pintora do Brasil. Essas novas exposições são importantes para levar o nome dela ainda mais longe”, contou ela, também em entrevista ao “Estadão“.

Coleção especial

As obras de Tarsila do Amaral inspiraram a Osklen na criação da sua coleção homônima, lançada em 2017. Esgotada no início de 2018, a coleção volta agora a ser vendida na loja da grife na rua Oscar Freire e no MASP, onde os visitantes encontrarão T-shirts, lenços e tote bags.

Uma das peças da Osklen inspirada no trabalho de Tarsila do Amaral

A convite da família da artista – que colocou à disposição de Oskar Metsavaht e sua equipe de estilo as obras e detalhes da história da maior representante feminina da arte brasileira no século 20 -, a Osklen criou peças que agregam seus elementos de estilo e trazem novas formas para o trabalho puro de Tarsila, traçando um paralelo entre sua expressão de arte e o design e estilo da marca.

“A Osklen é a expressão do meu olhar sobre a nossa cultura e aquilo que me cerca. A arte nos inspira. E acredito que através da plataforma da moda podemos de alguma forma colaborar na aproximação da sociedade com as artes. Esta colaboração com o MASP para a exposição Tarsila Popular, trazendo nossa coleção da mesma forma como fizemos no MoMA em NY, corrobora esta nossa crença”, conclui Oskar Metsavaht, fundador e diretor criativo da marca.

Veja também