logo

MT Cast #16: Dediane Souza resgata a história do movimento LGBTQIA+ no Ceará

Por Redação
MT Cast #16: Dediane Souza resgata a história do movimento LGBTQIA+ no Ceará
O ano de 1989 é considerado um marco no movimento LGBTQIA+ no Ceará, quando foi fundado do Centro de Resistência Asa Branca. (Foto: Freepik)

Janaina Dutra, Orlaneudo Lima, Thina Rodrigues, Alan Gomes. De quais desses nomes você já ouviu falar? Todos eles são importantes figuras do movimento LGBTQIA+ no Ceará, luta que tem, como uma das datas históricas, o mês de março de 1989, quando foi fundado o Grupo de Resistência Asa Branca. Não conhecer a história dessa comunidade em nosso Estado é uma forma de perceber como a busca pelos direitos humanos entre as pessoas LGBTQIA+ é historicamente silenciada na sociedade – assim como acontece com racismo, machismo e outras violências.

LEIA MAIS >> O significado da sigla LGBTQIA+ e a importância do orgulhar-se

MT Indica #14: Glamour e militância com coletivo ‘As Travestidas’

Para abrir esse debate, a publisher do Site MT, Márcia Travessoni, conversou na 16º edição do MT Cast com a jornalista e travesti Dediane Souza, titular da Coordenadoria Especial pela Diversidade Sexual de Fortaleza. Dediane é também diretora do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Ceará, ativista das pautas de direitos humanos e filiada a Rede Trans Brasil.

Titular da Coordenadoria Especial pela Diversidade Sexual de Fortaleza, Dediane Souza resgata a história do movimento LGBQIA+ no MT Cast. (Foto: Divulgação/ Prefeitura de Fortaleza)

Na pauta da conversa, a história do movimento no País e no Ceará, o papel da arte nessa trajetória e a missão que cada um de nós deve assumir, enquanto parte de uma sociedade, na busca por direitos iguais para todos.

O episódio está disponível no Spotify e nas plataformas de podcasts da Apple e Google

MT Cast é o podcast da plataforma Márcia Travessoni. Com veiculação quinzenal, aborda cultura, comportamento, entretenimento, estilo de vida, negócios, poder e muito mais. Ouça!

Veja também