Uma manhã de pesar marca a quinta-feira, 6, no Ceará. José Dias de Macêdo faleceu, aos 99 anos, nesta madrugada. Fundador do grupo J. Macêdo, um dos maiores complexos empresariais do país, o empresário teve sua trajetória profissional premiada por diversas honrarias, como o Troféu Sereia de Ouro, em 1976 e o Título Honorífico de Cidadão de Fortaleza pois, apesar de ter nascido em Camocim, trouxe muito desenvolvimento e conquistas para a capital. Medalha Ivens Dias Branco, Empresário do Ano, Prêmio Tendência, Medalha da Abolição e Medalha do Mérito Industrial também marcaram a bela carreira do visionário.

No ano passado, a Medalha Ivens Dias Branca homenageou o empresário.
A honraria foi entregue a seu filho, Roberto Macêdo.

“A maior riqueza da nossa organização é que ela, mesmo sendo um empreendimento privado, nunca agiu apenas como uma realizadora de negócios. Embora cultivando todas as características indispensáveis a uma empresa competitiva, a J. Macêdo sempre se considerou uma instituição a serviço do desenvolvimento”, considerava José, que era formado em Economia pela Universidade Federal do Ceará. Além da mente pioneira que fundou o primeiro moinho de trigo, o primeiro frigorífico industrial e a primeira cervejaria do Ceará, Macêdo também se exerceu politicamente, ocupando cargos de Deputado Federal e Suplente de Senador da República.

A J. Macêdo foi responsável por construir o Farol do Mucuripe, o maior das Américas.
Foto: Reprodução/J. Macêdo

Dono de sábias palavras, a vida e pensamentos de José inspiraram três livros: “História Empresarial Vivida”, “J. Macêdo – Uma Saga Empresarial Brasileira” e “Parece Que Foi Amanhã”. Uma das frases de José era: “sempre procurei ser correto em tudo o que faço, trabalhar com obstinação e ter um encanto para empreender”, e nós reconhecemos o quanto ele foi vitorioso nesta aspiração e o quanto sua perda significa para a sociedade. O velório acontecerá na Igreja Cristo Rei, às 12h, e a Missa de Corpo Presente às 15h. O sepultamento se dará às 16h, no Cemitério São João Batista.

Foto de capa: Reprodução/Governo do Estado do Ceará