Para celebrar o Dia Nacional da Adoção, comemorado em 25 de maio, a ONG Acalanto Fortaleza promove uma série de ações, durante esta semana, para chamar atenção para a causa.

A programação começa na quinta-feira (23) com uma audiência pública, na Assembleia Legislativa. Na sexta (24), mais uma audiência, dessa vez na Defensoria Pública, sobre a importância das equipes técnicas no processo de adoção.

No sábado (25), a equipe de voluntários da ONG organizou um bate-papo adotivo especial, que irá acontecer no Teatro do Shopping Benfica. A ideia é discutir sobre políticas públicas e dar espaço para famílias formadas a partir da adoção contarem suas histórias.

Anualmente a Acalanto promove ações para celebrar o Dia Nacional da Adoção Fotos: Divulgação

No domingo (26), o encontro será no Parque do Cocó, com um piquenique. Para encerrar o mês da adoção com chave de ouro, na segunda-feira (27) acontecerá uma solenidade e audiência pública na Câmara dos Vereadores.

Para mais detalhes e informações, basta acessar o perfil do Instagram da ONG.

Conheça a Acalanto

Foi através de encontros transformadores entre pais e filhos, amigos e queridos desconhecidos que a Acalanto Fortaleza se tornou um Grupo de Apoio à Adoção (GAA), que atua desde 2013, oferecendo apoio jurídico e psicológico a pais adotivos e pretendentes a adoção. A missão é desenvolver um trabalho de esclarecimento, estímulo e encaminhamento a adoção.

O objetivo é evitar o abandono de crianças e adolescentes por suas famílias biológicas, fortalecendo o vínculo afetivo; orientar sobre o processo de adoção e oferecer suporte através de orientações jurídicas e psicológicas e de reuniões de pais; além de trabalhar por uma nova cultura da adoção e por uma atitude adotiva em todos os setores da sociedade.

A ONG ainda realiza um trabalho pedagógico em relação à adoção, abordando questões jurídicas e defendendo “adoções legais, seguras e para sempre”. A Acalanto também oferece suporte psicológico através de atendimento individual e de grupo de apoio psicológico, coordenado por psicólogas. Todos os os serviços são gratuitos.