Para Max Perlingeiro, diretor das galerias Multiarte, em Fortaleza, e Pinakotheke, em São Paulo e no Rio, a capital cearense tem potencial para fomentar ações artísticas em prol da solidariedade.

“As pessoas no Ceará são muito solidárias e toda grande família geralmente abraça trabalhos sociais em paralelo à atividade empresarial”

Segundo Max, não há como desassociar arte da filantropia. “Hoje em dia as palavras mágicas se chamam filantropia e solidariedade. Arte está na minha vida 365 dias por ano, há quase 70 anos. Nesse meio tempo, juntar arte e solidariedade é o máximo que a gente pode fazer”.

>> LEIA TAMBÉM: Jantar solidário reúne convidados em prol do Anjos do Natal

Jantar Solidário Anjos do Natal foi idealizado por Márcia Travessoni em parceria com Max e Bia Perlingeiro

“Quando você faz uma proposição como essa que a Márcia fez, a adesão é muito forte, por exemplo”, diz, fazendo uma referência ao encontro promovido dia 31. Em parceria com a Multiarte, Márcia Travessoni reuniu 20 casais de doadores que, juntos, contribuíram para a compra de 700 cestas básicas, cumprindo parte da meta de arrecadação do projeto Anjos do Natal, que neste ano busca doar 5 mil cestas. Como agradecimento, os convidados receberam aquarelas assinadas pelo cirurgião e artista plástico Isaac Furtado.

Outro projeto solidário que mostra a mobilização da classe empresarial cearense em torno da arte, de acordo com Max, é o Leilão Natal do Bem. Organizado pelo Lide Ceará, o projeto chega a sua segunda edição em 2019 e tem curadoria do empresário, que é diretor do Lide Cultura.

Presenças no Natal do Bem 2018: Lauro Fiuza, Emilia Buarque (presidente do Lide Ceará), Ticiana Rolim Queiroz e Max Perlingeiro

“A ação que o Lide fez ano passado (e que vamos intensificar este ano) é algo meritório e é feito nos moldes daquilo que acontece no Rio e em São Paulo, Brasília e outros estados”, explica. Em 2018, foram leiloadas 18 obras de artistas nacionais e internacionais, em prol de quatro instituições sociais de Fortaleza.

Os artistas se envolvem. Todas as obras que fazem parte deste leilão são doadas. Eles se esmeram de uma forma encantadora”, revela Max sobre a experiência. Para 2019, ele conta que o objetivo é fazer o leilão com 20 trabalhos artísticos e dobrar o valor de arrecadação. Sem citar nomes, o curador diz que oito artistas já confirmaram a doação de obras.

Com previsão para acontecer em novembro, o evento é inspirado em festas como o Jantar Beneficente do Museu de Arte de São Paulo. Anualmente, o museu com o maior acervo de obras de arte do País promove uma experiência luxuosa, com direito a jantar, show e open bar para angariar fundos. Em 2018, o MASP arrecadou 1,4 milhão de reais com a venda de mesas. Neste ano, o jantar acontece dia 6 de novembro e Anitta será a grande atração musical da noite.

Questionado sobre a urgência de ações como essa, Max é enfático: “Nessa cadeia, existe uma preocupação natural, que tem a ver com valores. O mundo tem fome, o mundo tem sede, e hoje em dia as pessoas são muito mais solidárias“.

Fotos: Arquivo