O que aconteceria se os alunos tivessem acesso liberado a um produto e realizassem o pagamento por conta própria? Foi a partir desse questionamento que surgiu, no ano passado, a Campanha da Honestidade, envolvendo alunos do 6º ao 9º Ano do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, em todas as unidades do Colégio Ari de Sá.

Por ocasião da Semana Cidadã, a escola promoveu palestras, doações, prestação de serviços, práticas educativas e atividades reflexivas para alunos, funcionários e moradores das comunidades carentes do entorno, em cinco dias de vivências reais de cidadania. Uma das ações chamou bastante atenção: o Picolé Honesto.

Foram posicionados pela escola carrinhos e depósitos cheios de picolés e marujinhos, porém sem a presença de nenhum vendedor. A cada compra, os estudantes e colaboradores deveriam colocar o valor equivalente ao produto na caixa ao lado do carrinho. Os resultados obtidos com essa experiência foram surpreendentes e comprovaram que a honestidade ainda é, essencialmente, parte dos seres humanos. Dos 1.345 picolés consumidos, 1.310 foram pagos, totalizando 97,3% de honestidade.

Os alunos tiveram acesso aos resultados e debateram com os professores sobre honestidade ou desonestidade presentes em pequenas ações do dia a dia. O desafio foi cumprido com êxito, reafirmando a esperança e a expectativa na formação de uma geração preparada, consciente e engajada em tornar o Brasil um país cada dia melhor.

Algumas lições repercutem por toda a vida, por isso, em 2019, o Ari de Sá reafirma o compromisso de estimular ações voltadas para a cidadania.

LEIA TAMBÉM: “Em Busca da Excelência Educacional” foi o tema do “XIX Educar: Seminário Ari de Sá de Educação”