logo

Secretaria da Saúde do Ceará divulga nota para orientar profissionais sobre coronavírus

Por Rosi Melo
Secretaria da Saúde do Ceará divulga nota para orientar profissionais sobre coronavírus
Primeiros casos do novo coronavírus surgiram na China

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa) publicou uma nota técnica para orientar os profissionais de saúde sobre o novo coronavírus. O vírus tem provocado doenças respiratórias com casos registrados recentemente na China. Nesta quinta-feira (30), a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o surto de coronavírus como emergência de saúde publica internacional.

Até o momento, não há casos confirmados no Ceará. Uma suspeita da doença foi registrada em Sobral, na última quarta (29). O paciente já foi medicado e permanece internado em observação e isolamento respiratório. O estado de saúde dele é estável.

LEIA MAIS >> Governador Camilo Santana sanciona leis da Plataforma de Modernização da Saúde

A nota divulgada pela Sesa contém direcionamentos sobre como notificar casos suspeitos, coleta de amostras, critérios clínicos e epidemiológicos, além de orientações sobre atendimento e medidas de prevenção e controle.

Conheça o vírus

Há mais de uma variação do coronavírus, tornando-o parte de uma grande família viral, registrada há 60 anos. O vírus costuma causar infecções respiratórias em animais e seres humanos. As doenças de cunho respiratório geralmente variam de leves a moderadas, semelhantes a um resfriado comum. Alguns coronavírus podem desenvolver doenças graves, como é o caso da Síndrome Respiratória Aguda Grave e a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS).

Para que o vírus seja transmitido, é preciso entrar em contato com a saliva de uma pessoa infectada, seja por meio de tosse, espirro, catarro ou contato em um objeto contaminado. Os profissionais de saúde são aconselhados a tomarem medidas de precaução, incluindo a utilização de máscaras cirúrgicas, luvas, avental não estéril e óculos de proteção.

Cuidados

Febre, tosse e dificuldade para respirar são os sintomas manifestados por uma pessoa infectada. A prevenção da doença envolve hábitos simples no dia a dia, como lavar as mãos com água e sabão, usar álcool em gel, cobrir o nariz e a boca com lenço de papel ao tossir e espirrar, ficar em casa quando estiver doente, limpar e desinfetar objetos compartilhados.

Ao notar a presença dos sintomas no período de até 14 dias após viajar para alguma cidade da China, você deve buscar a unidade de saúde mais próxima imediatamente.

Fotos: Divulgação

Veja também