A Associação Tapera das Artes celebra seus 35 anos de fundação com a inauguração do Serenata Café e Creperia, próximo dia 12, às 17h, em Aquiraz. Trata-se do primeiro negócio social idealizado pela instituição socioeducativa, que mantém projetos pedagógicos para 500 crianças em situação de vulnerabilidade social.

O novo espaço começou a ser construído há três anos, com a ajuda de empresas parceiras, recursos do Prêmio Criança Esperança e patrocínio do BrazilFoundation. Para compor a equipe de produção e atendimento, a associação realizou um treinamento com as mães das crianças que participam dos projetos mantidos no local. “Formamos toda a mão de obra, priorizando pessoas simples da comunidade e assim possibilitando a melhoria da renda familiar de nossos alunos”, explica Ritelza Cabral, idealizadora e conselheira da Tapera das Artes.

Projeto da cafeteria. Foto: Divulgação

Ainda de acordo com Ritelza, a ideia é tornar o Serenata uma alternativa de financiamento para a instituição. “Temos parceiros que caminham conosco há um bom tempo e somos imensamente gratos a todos, mas, apesar da generosidade e fidelidade, ainda passamos por muitas dificuldades financeiras. Os projetos incentivados, que são nossa maior fonte de receita, muitas vezes têm o desembolso em descompasso com o plano de ações. É preciso criar uma fonte de receita alternativa complementar que possa cobrir essa diferença para não interferir na qualidade das ações”, ressalta.

O Serenata funcionará anexo ao Teatro Tapera das Artes e todo o lucro obtido com a venda dos produtos será revertido para as atividades sociais mantidas pela associação.

Sabores e saberes

Ainda de acordo com Ritelza, um dos diferenciais da cafeteria é a alimentação orgânica. “Optamos por fornecimento de produtos orgânicos da horta comunitária do Caracará, região rural do município de Aquiraz, como forma de contribuir com o desenvolvimento da economia local”.

Outra novidade do menu é a linha de crepes “Sabores Perdidos”. As receitas são assinadas pela chef e escritora Nilza Mendonça. Entre os ingredientes, há frutos, folhas e flores da flora cearense, além de espécies botânicas como Macaúba, Coco Babão, Jambo, flor de Bouganville e ervilhas de Flamboyan.

O cardápio exótico de crepes também oferece opções com algas marinhas, coração da bananeira, palmito de Mandacaru, jaca, e etc.

“Nossa proposta é o despertar para sabores que estão perdidos na memória dos cearenses. Um sabor nos leva a muitos lugares, resgata emoções vividas guardadas no tempo. É como acordar e sentir o cheiro do mato, um sabor de inigualável sensação”, diz Ritelza.

Além de comidinhas, o espaço serve bebidas alcoólicas. Há também uma linha de vitaminas e sucos detox disponível ao público.

Outra inauguração em breve

Após a inauguração do Serenata Café e Creperia, a diretoria da Associação Tapera das Artes deve lançar seu segundo negócio social, a Luteria. O ambiente será utilizado para confecção e conserto de instrumentos musicais.

Para Magno, presidente executivo da Tapera das Artes, tanto a cafeteria como a Luteria devem impulsionar o turismo na região. “Aquiraz é um município turístico, e sabemos do potencial que um café de sabores perdidos, aliado a uma Luteria experimental, pode ter nesse cenário local. Estamos seguros, otimistas e confiantes sobre os próximos passos que daremos para concretizar todos esses sonhos”, detalha.

>> A Associação Tapera das Artes foi destaque na 9ª edição da Revista Márcia Travessoni – Galeria. Leia a reportagem na íntegra!

Fotos: Roni Vasconcelos