logo

Todas as regiões do Ceará entram na 4º fase do plano de retomada econômica a partir de segunda-feira, anuncia Camilo Santana

Por Cintia Martins
Todas as regiões do Ceará entram na 4º  fase do plano de retomada econômica a partir de segunda-feira, anuncia Camilo Santana
Decisão foi anunciada pelo governador Camilo Santana nas redes sociais após reunião com Comitê nesta sexta-feira. (Foto: Reprodução/Twitter)

Em comunicado divulgado nas redes sociais na tarde desta sexta-feira (11), o governador Camilo Santana anunciou que todas as macrorregiões do estado estarão na quarta fase do plano de retomada econômica a partir da próxima segunda-feira (14). A novidade é a transição da macrorregião do Cariri, única que estava na terceira fase, que avança no plano de retomada com o novo decreto que entrará em vigor.

LEIA MAIS >> Músicos e humoristas voltam a se apresentar presencialmente a partir de 7 de setembro em Fortaleza 

Escolas de educação infantil, cinemas e teatros voltam a funcionar a partir de 1º de setembro em Fortaleza

A decisão foi comunicada após reunião do Comitê que define as medidas adotadas nos decretos de isolamento social e de retomada no Ceará. 

“Tivemos hoje nossa reunião semanal de avaliação do Decreto Estadual relativo à pandemia do coronavírus. A partir da próxima segunda-feira (14), com a entrada do Cariri, todas as regiões do Ceará estarão na 4ª e última fase do Plano de Retomada Econômica”, escreveu Camilo.  

O chefe do Executivo estadual oficializou, conforme divulgado em agosto, que eventos com até 100 pessoas estão liberados em todo o estado, contando que sejam seguidos todos os protocolos sanitários.

Já o setores de ensino, como escolas, o governador informou que o Comitê irá realizar reuniões a partir do começo da próxima semana para uma nova avaliação a fim de definir quando ocorrerá o retorno.

Números da covid-19

No comunicado divulgado esta tarde, Camilo voltou a afirmar que, de acordo com relatórios das equipes de saúde do governo do estado, ainda há uma queda contínua de casos e óbitos pela covid-19 em todo o Ceará. Contudo, alertou que a pandemia ainda não acabou e reforçou os cuidados para conter a transmissão da doença, como evitar aglomeração e usar máscara de proteção. “Não podemos relaxar, para que não haja aumento dos indicadores. O alerta continua”, disse.

Segundo noticiou o Diário do Nordeste esta semana após coletiva com o secretário de Saúde, Dr. Cabeto, nenhuma região do Ceará apresenta acréscimo do número de casos ou óbitos por covid-19, ainda que tenha sido aumentado a testagem, com cerca de 13 mil exames por dia. 

A afirmação se deu após o Consórcio dos Veículos de Imprensa do Brasil apresentar um balanço na última quarta-feira (9), que mostrou o Ceará como o único estado a apresentar alta (19%) de mortes pela doença. Segundo Cabeto, a metodologia utilizada pelo consórcio não reflete o cenário atual, uma vez que considera o número de óbitos pelo dia do resultado do exame, e não pela ocorrência. 

“Se o cálculo for feito dessa forma, aparenta um número muito maior, levando a uma interpretação inadequada. É um erro metodológico. Temos no Ceará uma realidade epidemiológica bem clara de redução dos casos e mortes semanalmente”, garantiu o secretário.

Veja também