O dia 3 de dezembro foi escolhido para lembrar a luta das pessoas com deficiência física. Não são poucos os desafios enfrentados por esse grupo, que sofre com invisibilização, falta de políticas públicas e exclusão social. Ainda assim, algumas iniciativas tentam mudar esse cenário, promovendo a cidadania e inclusão delas, com projetos autorais e solidários. O site MT listou algumas delas para que mais pessoas e empresas possam se inspirar e se espelhar em boas práticas.

Dia lúdico no Beach Park

Em alusão à data, o Beach Park receberá 100 crianças e adolescentes de instituições afins da causa para brincar o dia inteiro no Aqua Park e conhecer o complexo. O embaixador da ação é o paratleta, ativista, advogado e jornalista Emerson Damasceno. As instituições participantes são Centro Integrado de Reabilitação de Maracanaú, Abrame e a Sala de Recurso Multifuncional.

“Beleza para Todos”

Encabeçado pela youtuber Themis Briand, o projeto faz parte de uma série de vídeos onde Themis ensina técnicas de automaquiagem para deficientes visuais. Para aprimorar isso, ela se maquiava no escuro e com olhos fechados. A motivação era ajudar sua amiga de infância que havia perdido a visão. Muitas mulheres participaram do curso com as duas, que chegaram a dar entrevistas nos programas É de Casa e Conversa com Bial. Os vídeos estão no canal de Themis.

Foto: Ramalho Studio

Projeto Remar

Uma iniciativa do mestre em educação especial, Vicente Cristino, auxilia pessoas com deficiência  visual, auditiva, motora ou intelectual a praticar esportes aquáticos, como stand up paddle, caiaque e wakeboard todas as quartas. O Projeto Remar acontece no Colosso Lake Lounge e podem ser contactados pelo perfil do Instagram

Foto: Reprodução/Instagram