ZPE utiliza tecnologia para evitar proliferação do novo coronavírus

Por Redação
ZPE utiliza tecnologia para evitar proliferação do novo coronavírus
A medida preventiva, destaca a instituição, tem o objetivo de evitar a proliferação do novo coronavírus e de garantir a segurança de quem transita no local. (Foto: Divulgação)

Devido ao avanço do novo coronavírus no estado do Ceará, a Companhia Administradora da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) está fazendo a verificação e identificação dos dados dos motoristas que entram e saem do Complexo do Pecém por meio de smartphones, utilizando a leitura de QR-Code para que eles tenham acesso aos Gates da empresa. A medida preventiva tem o objetivo de evitar a proliferação da doença.

LEIA MAIS >> Governador prorroga quarentena por mais 15 dias

Médica ensina a fazer máscara de tecido em casa

Os agendamentos de entrada e saída de cargas agora são feitos online, gerando um QR-Code. No momento da entrada, a imagem do QR-Code é apresentada pelos motoristas e a leitura do mesmo é feita por celulares utilizados pela equipe operacional, explica a gerente de Operações da ZPE no estado do Ceará, Karina Bzyl.

Procedimento

A leitura dos códigos é feita através de câmera de smartphones a uma distância de até quatro metros e captada pelo Sica Mobile, aplicativo da ZPE. Confirmadas as informações, as cancelas são abertas para entrada na área. Desta forma, pontua a instituição, há mais garantia de segurança para os que transitam no local.

“Estamos mantendo um diálogo transparente e de conscientização com os nossos colaboradores e as empresas instaladas da ZPE. Este é um momento delicado, mas se cada um fizer sua parte podemos continuar operando, contribuindo com o desenvolvimento do estado e, o mais importante, garantindo a segurança dos que precisam trabalhar e que possibilitam que outros permaneçam em casa”, destaca Andréa Freitas.

Veja também