Márcia Travessoni – Eventos, Lifestyle, Moda, Viagens e mais

Entre em contato conosco!

Anuncie no site

Comercial:

[email protected]
Telefone: +55 (85) 3242 0333

BBB 22: cearense ‘adm’ das redes sociais de Tiago Abravanel revela curiosidades sobre a função

27 jan 2022 | Entretenimento

Por Tainã Maciel

A social media Lorena Pereira trabalha na equipe que gerencia as redes do ator e apresentador Tiago Abravanel, integrante do grupo “camarote” da 22ª edição do reality

Fã de carteirinha do BBB, Lorena Pereira é social media e estudante de Relações Públicas (Foto: Arquivo Pessoal)

Criatividade, agilidade e atenção aos detalhes. Essas são algumas características necessárias para administrar as redes sociais de um participante do Big Brother Brasil, o maior reality show do país. A função dos “adms”, como ficaram popularmente conhecidos os profissionais que cuidam das plataformas dos participantes, não é um trabalho fácil, mas quem está por trás dos posts também se diverte com o serviço. Isso é o que revela a cearense Lorena Pereira, social media que trabalha na equipe que gerencia as redes do ator e apresentador Tiago Abravanel, integrante do grupo Camarote da 22ª edição do programa da Rede Globo. “Apesar de ter um volume mais denso, não é uma rotina desgastante. É prazeroso”, conta.

LEIA MAIS >> BBB 22: veja quais são as regras que os participantes devem cumprir

BBB 22: Por que o termo ‘traveco’ não deve ser usado

BBB 22: veja os memes sobre Viny e melhores momentos do brother na casa

Residente de Fortaleza, Lorena conta que foi convidada para integrar a equipe do brother após conhecer remotamente os criadores do grupo “arroz, feijão e fofoca”, hospedado no Clubhouse — rede social para bate-papo com áudio somente para convidados, lançada em 2020. “Fiz parte do primeiro grupo de entretenimento do aplicativo, criado pelo influencer Kaique Brasileiro. Junto com ele e outras pessoas, eu cuidava do que a gente chamava de salinha. Chegamos a bater mais de 2 mil pessoas em alguns dias de conversa e, nessa época, a gente entrava especificamente para falar de Big Brother”, comenta Lorena, que também é estudante de Relações Públicas.

Por meio do grupo, a cearense também fortaleceu vínculos profissionais e conheceu um funcionário da agência e produtora audiovisual b+ca, que atualmente é responsável pelas redes de Abravanel. “Fui chamada para participar desse time integrado que cuida do Tiago. Eu faço parte do grupo de maneira freelancer“, conta.

Um olho nas provas e outro nas festas

A social media explica como funciona a dinâmica da equipe. “Nós trabalhamos em escala. A agência tem funcionários que trabalham cuidando da conta no horário comercial; eu e mais duas pessoas entramos no turno da noite para acompanhar o programa ao vivo e quando tem festa, prova e outras atividades dentro da casa que duram até mais tarde. Nós também trabalhamos no feriado e aos finais de semana”, explica Lorena.

“Ao todo, 11 administradores cuidam de tudo, de todas as redes e produzem conteúdo. Temos administradores, equipe de revisão e a equipe de produção de conteúdo gráfico, além dos gestores da própria agência que alinham as decisões junto ao time do Tiago composto pela empresária e irmã dele, Lígia Abravanel, o esposo dele, Fernando Poli, e amiga Carol Tsuyami. São muitas pessoas juntas buscando entender o melhor para tudo”, acrescenta.

Lorena ressalta que, antes do confinamento de Tiago, a equipe elaborou estratégias junto aos profissionais que já trabalhavam com o ator. “Quando fui convidada para trabalhar, eu não sabia o que era porque tudo tinha caráter confidencial. Depois fomos apresentados ao planejamento. Foi um trabalho dentro da agência junto com o Tiago, incluindo um estudo de persona. Foram gravados vídeos e fizeram fotos. Ele teve um tempo hábil para produzir”.

“Apesar da necessidade full time do Big Brother e de toda essa comunicação muito na hora houve, sim, um planejamento que é por onde a gente se baseia, onde a gente entende o que fala, o que não fala, o tom de voz e o que ele queria que fosse compartilhado nas redes”, diz.

Quanto à rotina, Lorena revela que sente prazer em produzir esse tipo de conteúdo. “Acho que um ponto principal é que todos nós da equipe gostamos muito do programa e do Tiago. Então, a gente faz isso com vontade e com muita bagagem de ideias e de entendimento do próprio programa. O time de freelancers de que faço parte é composto por mim e mais duas pessoas. A gente faz todas as movimentações noturnas e fica atento quando o Tiago está ao vivo”.

“Sempre tem alguém assistindo o Globoplay, gravando, printando, acompanhando as redes e produzindo conteúdo”, explica a cearense.

O valor dos ‘adms’

Após o boom de Manu Gavassi com o olhar visionário pré-confinamento, em 2020, e o trabalho memorável da equipe de Juliette, em 2021, os participantes do famoso reality passaram a valorizar ainda mais a função dos “adms”. Afinal, o prêmio de R$ 1,5 milhão não é o único disputado no jogo.

Ninguém está ali efetivamente só por R$ 1,5 milhão e, sim, pela visibilidade. O programa traz a força da internet e mostram essas pessoas pro mundo, lembrando que elas podem ir mais além”.

Segundo Lorena, a função dos administradores de redes sociais tornou-se essencial para quem está dentro da casa mais vigiada do Brasil. “É importante ter um administrador para quem deseja perpetuar a imagem que cria no programa. É saber aproveitar essa oportunidade e saber que não dá pra você chegar lá sozinho. Precisa de pessoas que gerenciem, planejem, estejam prontos para crise, que defendam e que sejam a sua voz”, comenta.

Além dos seguidores

Com a participação de Tiago Abravanel no BBB, a equipe já celebra os 3 milhões de seguidores no Instagram e 500 mil no TikTok do artista. “Não dá para trabalhar com uma meta exata de seguidores. Você tem que fazer um bom trabalho e seguir o planejamento. A gente sabe que ele vai crescer, porque ele é uma pessoa incrível e está se mostrando como essa pessoa no programa. A meta principal dele é essa. Ele queria que as pessoas conhecessem ele como ele é, para além daquilo que ficou no imaginário do público. Então, a gente prioriza muito a interação e o engajamento”, conta a social media.

Não dá para vencer sem torcida e sem fãs. São eles que estão lá quando a gente precisa para fazer com que ele permaneça dentro da casa. Então, não dá para ficar sem engajamento ou sem seguir as pessoas que gostam dele e admiram ele”.

Sobre as alianças que Tiago já fez no reality, a cearense afirma que elas se refletem nas redes. “A gente interage muito com o Scooby, com o Douglas e são pessoas que estão ali próximas do Tiago, mas se de repente essas pessoas tiverem atritos dentro do programa, a gente não continuaria do mesmo jeito, por exemplo”.

Quando questionada sobre o principal desafio de ser uma adm, a cearense cita casos que necessitam de gerenciamento de crise. “A maior dificuldade que qualquer administrador pode encontrar no meio do caminho é quando a situação sai da curva, quando o participante toma uma decisão ou diz algo que não está dentro da nossa capacidade de intervir. O maior desafio é não ter esse sentimento impulsivo de defender quem a gente está gerenciando, porque se cria um laço, sabe? Isso de querer resolver e explicar logo nem sempre é o melhor caminho, afirma.

Ainda falando sobre as possíveis crises que o social media pode enfrentar, Lorena cita alguns casos que já aconteceram no BBB 22. “Pode ocorrer uma situação grave, a exemplo de transfobia quando outros participantes trataram a Linn da Quebrada pelo pronome errado. Isso não tem como defender e o profissional aqui fora tem que tomar um partido e tentar perpetuar uma forma de educar as pessoas. O maior desafio é entender essa linha tênue entre respeitar a voz do participante e estar atento as coisas que acontecem dentro do programa, criar uma rede saudável e trazer posicionamento correto“.

Publicidade

VEJA TAMBÉM

Publicidade

PUBLICIDADE