Foi em 5 de junho de 1972, durante a Conferência das Nações Unidas sobre o ambiente humano, em Estocolmo, que surgiu o Dia Mundial do Meio Ambiente. Naquela época a discussão sobre a situação do planeta já era necessária, hoje ela é mais que urgente. De acordo com estudo recente, foi confirmado que 68% das áreas de proteção da Amazônia estão ameaçadas. O Fundo Mundial para a Natureza aponta que o Brasil é o 4º país que mais gera plástico no mundo. A crise ambiental é uma realidade e os olhares precisam estar voltados para a pauta.

Dani Gondim durante coleta de resíduos na Praia de Flecheiras

Por isso a importância de colocar o assunto sempre na roda, e nomes de personalidades com a da topmodel Gisele Bündchen e da modelo e atriz Dani Gondim são amplificadores poderosos do movimento. Dani, inclusive, é defensora e divulgadora ferrenha de ações e atitudes que ajudem a Mãe Natureza. No Site MT, ela revela dicas para colocar em prática no dia a dia e ser cada vez mais amigo do planeta. É indispensável relembrar: ainda há tempo. “Primeiro é ótimo falar que todo começo e todo primeiro passo, por menor que ele seja, é muito importante, seja você recusando um saquinho plástico na farmácia quando compra um remédio, seja dizendo “não” a um coco e pedindo uma jarra para colocar a água lá. Qualquer pequeno gesto já faz muita diferença”, pontua.

Interessante fomentar que um dos direcionamentos básicos para uma sociedade mais ecofriendly parte do princípio da atenção plena diante das situações que vivemos. “A principal dica para começar a ser sustentável é ficar atento a esses usos muito curtos do plástico. Se você prestar atenção, com uma atitude muito sutil, consegue modificar isso, consegue reduzir o uso do plástico na sua vida. E não é do dia para noite que você vai conseguir mudar, mas estou pedindo para você ficar atento. Se você realmente não precisar usar aquilo, recuse, mesmo que seja um canudo de papel, aquilo ainda é lixo. O uso é muito rápido”, revela Dani.

Sabendo da necessidade de conscientização infantil, Dani promoveu plantio de mudas com crianças do Instituto Povo do Mar

Olhar para o nosso planeta com mais carinho, consciência e empatia reflete bem o poder do Dia Mundial do Meio Ambiente. Que tal iniciar hoje um movimento a favor do lugar onde a gente mora? “Quando você começa a fazer esses pequenos gestos o seu olhar começa a mudar sobre as coisas. Nunca é apenas um copo, são milhões de pessoas pegando um copo para tomar uma água, e esse copo tem descarte de segundos. Você não passa nem um minuto e já joga fora. Vamos juntos fazer um mundo melhor. Nós somos a mudança”, finaliza.  

>> VEJA TAMBÉM: “Essencial é o que se eterniza”, diz a coach Marília Fiuza na estreia do projeto “Essencialmente”