Marcas alteram lançamento de coleções e datas de liquidações; veja novo calendário

Por Redação
Marcas alteram lançamento de coleções e datas de liquidações; veja novo calendário
A equipe do São Paulo Fashion Week apoia o novo calendário (Foto: Mauricio Santana)

O universo da moda está buscando estratégias para superar a crise neste momento. Com lojas físicas fechadas, o calendário de lançamento de coleções e liquidações foi severamente afetado. A Associação Brasileira de Estilistas (ABEST), que reúne mais de 120 marcas e designers, traçou um plano emergencial, divulgado nesta segunda-feira (27) em carta aberta.

Para formular a estratégia, a Associação se reuniu com sete dos maiores showrooms brasileiros: Salão Casamoda, Contemporâneo Business, Feira TM Fashion, Maria Eugenia Showroom, Conceito +, Novo Showroom e Fashionroom. As medidas contemplam mudanças de datas das próximas duas coleções, alterações das datas imediatas de liquidações e também uma sugestão permanente de mudança do calendário do varejo.

LEIA MAIS >> Camila Salek discute inovação no varejo em live com Márcia Travessoni

Versace, Jimmy Choo e Michael Kors vão zerar emissão de carbono até 2025

Referente aos showrooms, a proposta da ABEST, que já conta com a adesão dos sete empreendimentos que participaram da reunião e tem apoio do São Paulo Fashion Week (SPFW), é que os showrooms que aconteceriam no mês de maio sejam adiados para o período entre a segunda quinzena de junho e o dia 10 de julho. Já os showrooms para o inverno 2021 irão ocorrer na segunda quinzena de novembro deste ano.

A medida temporária se estende também às liquidações. As lojas foram fechadas quando haviam acabado de receber as coleções nacionais de inverno, que tradicionalmente são liquidadas em julho. A ideia é que as peças sejam vendidas a preço cheio até o fim de julho e a liquidação, nesta temporada, só aconteça em agosto.

Já para as liquidações do próximo verão, que chegariam às lojas a partir de setembro, a orientação é que aconteçam apenas em fevereiro, e não em janeiro. As mais de 120 marcas que integram a ABEST serão convidadas a aderir à medida, assim como shoppings centers e toda a moda nacional.

A proposta da ABEST, porém, sugere que tal calendário de liquidações seja adotado de maneira definitiva. O calendário do varejo já vinha apresentando sinais de colapso há tempos. Por exemplo, com as liquidações de inverno se iniciando ainda em junho, sendo que o frio de fato só chegou à maior parte do País em julho, praticamente nenhum casaco mais era vendido a preço cheio no Brasil.

Novo calendário

Em 2020, devido à pandemia, a proposta da ABEST é que as vendas no atacado aconteçam nas seguintes datas:

Verão 2020 segunda quinzena de junho até o dia 10 de julho de 2020
Inverno 2021 segunda quinzena de novembro de 2020

Varejo:

Liquidação invernoagosto de 2020
Liquidação verãofevereiro de 2021

Veja também